Tywin Lannister

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Lannister de Rochedo Casterly.png
Tywin Lannister
Lannister de Rochedo Casterly.png
Tywin Lannister Amoka.jpg
Tywin Lannister, por Amoka ©.
Apelido(s) O Velho Leão
Título Senhor de Rochedo Casterly
Escudo de Lannisporto
Protetor do Ocidente
Mão do Rei
Salvador da Cidade de Porto Real
Lealdade Casa Lannister
Cultura Terras Ocidentais
Esposa(o) Joanna Lannister
Nascimento Em +/- 242 d.C.
Morte Em 300 d.C., em Porto Real
Aparece
Aparece
Aparece
Mencionado
Mencionado
Outros

GoT Logo.jpg
Interpretado(a) por Charles Dance
Aparições 1º Temporada | 2º Temporada | 3º Temporada | 4º Temporada | 5º Temporada

Tywin Lannister, Senhor de Rochedo Casterly, Escudo de Lannisporto, Protetor do Oeste e, durante um bom tempo de sua vida, Mão do Rei. Calculista, controlador e muitas vezes cruel, Tywin é um dos senhores mais poderosos nos Sete Reinos.

É pai de Cersei, Jaime e Tyrion, sendo que ama seus dois filhos mais velhos, mas despreza Tyrion pelo fato do filho ser anão e deformado, além de viciado em prostitutas. Tywin também culpa Tyrion pela morte de sua amada esposa Joanna, que morreu durante o nascimento do anão.

Aparência

Tywin é alto, magro, de ombros largos e na casa dos cinquenta anos. Passou a raspar a cabeça desde que os seus cabelos começaram a cair, mas manteve suas espessas e douradas suíças. Seus olhos são verdes e salpicados de dourado. Em suas batalhas, Tywin traja armadura rubra com detalhes dourados, além de uma capa feita com fios de ouro.

História

Juventude

Em sua juventude, Tywin viu o pai, Tytos Lannister esbanjar a fortuna da família, quase levando-os à ruína. O Senhor Tytos era amável e bondoso, fraco de vontade e sempre tentava agradar os outros. Seus vassalos zombavam dele quando estavam de porre, ou até chegavam a desafiá-lo abertamente - como foi o caso dos Reyne e dos Tarbeck. Outras casas pediam ouro emprestado e nunca se preocupavam em pagá-lo. Na corte, faziam piadas de leões sem dentes. Quando a esposa de Tytos morreu, ele tomou por amante uma mulher de baixo nascimento, e ela logo o dominou, pegando para si as jóias de sua falecida esposa. Tytos até concordou com o noivado de sua filha Genna com Emmon Frey, sendo que este era um segundo filho, sequer um herdeiro. Como resultado das loucuras de seu pai, Tywin se tornou avesso ao riso, já que foi forçado a tolerar que todos caçoassem da Casa Lannister durante sua juventude. Tywin também raramente sorria, e após a morte de sua esposa nunca mais se viu um sorriso em seu rosto.

Chegada ao poder

Após a morte do pai, Tywin conseguiu, sozinho, restaurar a honra e a fortuna da família.

Ele encontrou a amante do pai e recuperou as jóias de sua mãe. Como punição por seus atos, Tywin a forçou a andar nua por Lannisporto, confessando a todos que encontrasse que era ladra e prostituta, e depois a expulsou das terras ocidentais. Tywin extinguiu os Tarbeck de Solar Tarbeck e os Reyne de Castamere como punição por terem-no desafiado, liquidando seus membros e arruinando seus castelos (ver Rebelião Reyne-Tarbeck). Foi feita uma música em homenagem à vitória de Tywin sobre os Reyne, as " As Chuvas de Castamere". Alguns anos depois do fato, quando Lorde Farman, de Belcastro, passou a se tornar truculento. Tywin enviou um embaixador que portava um alaúde ao invés de uma carta, mandando-o tocar para Farman "As Chuvas de Castamere". Depois disso, Lorde Farman nunca mais causou problemas. Os esforços de Tywin sempre tiveram como objetivo restaurar o prestígio dos Lannister, tornando sua Casa novamente respeitada e temida.

Tywin tomou como esposa sua prima, Joanna, e todos concordam em dizer que o casamento dos dois foi feliz. Segundo Genna, Tywin sorriu no dia de seu casamento. Chegavam a dizer que, embora Tywin governasse os Sete Reinos (como Mão), era governado em casa por Joanna. Para Tywin, a morte prematura da esposa foi algo devastador, e ele nunca mais teve outra mulher. Gerion uma vez disse ao sobrinho, Tyrion, que a melhor parte de Tywin morreu junto com Joanna.

Tywin servindo como Mão de Aerys, o Louco.

Tywin foi uma poderosa Mão do Rei durante muitos anos no reinado de Aerys II, até que a paranóia crescente do rei e seus ciúmes causaram diversos desentendimentos amargos entre os dois. Segundo Sor Barristan Selmy, Aerys cobiçava a mulher de Tywin enquanto ela estava viva (o próprio casamento de Aerys foi arranjado), o que causou mais atritos entre os dois. Aerys também recusou a mão de Cersei oferecida a seu herdeiro, o príncipe Rhaegar, além de escolher Jaime para a Guarda Real sem consultar Tywin. Diante disso, Tywin se demitiu do cargo de Mão do Rei e voltou para Rochedo Casterly.

Rebelião de Robert e desfecho

Durante a Rebelião de Robert, Tywin se manteve em Rochedo Casterly sem aderir a nenhum dos lados. Porém, após a vitória decisiva de Robert Baratheon no Tridente, Tywin reuniu suas forças e marchou para Porto Real. O Grande Meistre Pycelle convenceu o rei de que seu Protetor do Oeste viera para defendê-lo, e Aerys ordenou que os portões fossem abertos. Quando entraram na cidade, as forças Lannister iniciaram seu saque e Jaime matou o Rei Louco, enquanto Sor Gregor Clegane e Sor Amory Lorch, sob ordens de Tywin, escalavam as muralhas da Fortaleza Vermelha e matavam a esposa e os filhos de Rhaegar. Tywin enrolou os corpos da família real com os mantos carmesim Lannister (que melhor escondiam as manchas de sangue) e os apresentou a Robert como sinal de sua lealdade. Anos depois, quando seu filho Tyrion perguntou o motivo de Tywin não ter deixado que o próprio Robert os matasse, sua resposta foi:

Tínhamos chegado tarde à causa de Robert. Era necessário demonstrar a nossa lealdade. Quando pus aqueles cadáveres perante o trono, ninguém pôde duvidar de que eu tinha abandonado para sempre a Casa Targaryen. E o alívio de Robert foi palpável. Por mais burro que fosse, até ele sabia que os filhos de Rhaegar tinham de morrer se quisesse que o trono alguma vez estivesse seguro. Mas via-se como um herói, e os heróis não matam crianças.

Este ato também garantiu o casamento do rei com Cersei, sendo que a rejeição de Aerys à mão da filha tinha sido um fato amargo para Tywin. O casamento de Cersei com o jovem, popular e heróico novo rei fez muito para compensar o desapontamento de Tywin.

Após o casamento, Tywin voltou para Rochedo Casterly para servir novamente como Protetor do Oeste. A má gestão de Robert começou a endividar o reino, e Tywin se tornou um de seus maiores credores, emprestando ao Trono de Ferro quase três milhões de dragões de ouro.

Quando descobriu que seu filho Tyrion havia se casado com a filha de um camponês, Tysha, Tywin resolveu ensinar ao filho uma "boa lição". Ordenou a Jaime, que estava visitando as terras ocidentais, que dissesse a Tyrion que Tysha era uma prostituta contratada pelo próprio Jaime para que ele experimentasse sua primeira mulher. Jaime fez o que lhe foi pedido, e a garota foi levada a Rochedo Casterly e entregue à guarnição. Tywin forçou Tyrion a assistir a esposa sendo deflorada pelos guardas, sendo que cada um lhe pagava uma moeda de prata. Depois o próprio Tyrion foi forçado a estuprá-la, pagando-a com uma moeda de ouro - pois um Lannister valia mais. O episódio traumatizou Tyrion e deixou Jaime cheio de culpa.

Tywin também se recusou a permitir que o filho Tyrion viajasse pelo mundo (como ambos os irmãos de Tywin haviam feito na juventude), temendo que o filho trouxesse mais vergonha à Casa Lannister. Ao invés disso, como presente no dia de seu nome, Tywin encarregou o filho de limpar os esgotos de Rochedo Casterly.

Embora cruel, Tywin também foi um governante capaz e sagaz, que trouxe muita prosperidade durante seus períodos como Mão do Rei. Era extremamente competente para captar recursos, o que resultou na comum zombaria de que Tywin Lannister "cagava ouro". Uma das lembranças de Cersei é de que Tywin foi aplaudido duas vezes mais do que o próprio Aerys em Lannisporto. Ainda assim, Tywin era mais respeitado do que amado nas terras ocidentais, e passou a ser desprezado em Porto Real após o saque realizado por seu exército.

Apesar de seus filhos nutrirem muito respeito por ele, nenhum foi capaz de seguir o caminho que Tywin havia planejado, resultando em muitas dificuldades.

Eventos Recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Guerra dos Tronos

Tywin Lannister e seu filho Jaime partindo para a guerra.

Sob suspeita de ter enviado um assassino para matar Bran Stark, Tyrion foi capturado por Catelyn Stark, esposa de Eddard Stark numa estalagem na Estrada do Rei. Ela o levou para sua irmã, Lysa Arryn no Ninho da Águia para ser julgado. Apesar de não levar tanto em conta o bem estar do filho, Tywin não era capaz de tolerar nenhuma afronta à Casa Lannister, e decidiu enviar Sor Gregor Clegane e seus homens, todos disfarçados como bandidos, para pilhar as aldeias em torno do Tridente, terras da família de Catelyn. Estes ataques começaram a montar o palco para a Guerra dos Cinco Reis.

O objetivo de Tywin era atrair Eddard de Porto Real, capturá-lo e trocá-lo pelo filho. No entanto, Eddard havia sido ferido por Jaime em um ataque nas ruas de Porto Real, o que o fez optar por enviar Lorde Beric Dondarrion em seu lugar. Quando a tropa de Beric atingiu o Vau do Saltimbanco, foram atacadas por todos os lados. Beric acabou mortalmente ferido, mas foi acidentalmente revivido por Thoros de Myr, e logo em seguida fundou a Irmandade Sem Bandeiras, que montou ataques às forças Lannister durante a Guerra.

Com o avanço da Guerra, as forças de Tywin tomaram boa parte das terras fluviais e cercaram Correrrio, até enfrentarem sua primeira grande ameaça na Batalha do Ramo Verde. Durante a batalha, Tywin ordenou que o filho Tyrion - que havia conseguido a liberdade através de um julgamento por batalha e descera as montanhas liderando uma tropa de homens dos clãs - organizasse seus homens dos clãs no flanco esquerdo, acreditando que, por serem indisciplinados, quebrariam facilmente, facilitando sua estratégia para derrotar o impetuoso e inexperiente Robb Stark. No entanto, os homens dos clãs não quebraram, e o comandante dos nortenhos não era Robb, e sim o calculista Roose Bolton. Os Lannister venceram a batalha, mas isso deu tempo suficiente para que as forças de Robb, que haviam atravessado o Tridente nas Gêmeas, vencessem a tropa de Jaime que cercava Correrrio. Como resultado, Robb capturou Jaime e libertou Correrrio.

Após a morte do Rei Robert, Tywin foi feito novamente Mão do Rei, dessa vez pelo neto, o Rei Joffrey Baratheon. Depois da batalha, Tywin enviou Tyrion para servir como Mão em sua ausência, dando-lhe a missão de controlar os decretos desmedidos de Joffrey e preparar a cidade contra a ameaça de Stannis Baratheon. Por sua vez, Tywin se dirigiu para Harrenhal, para dar continuidade à Guerra nas terras fluviais

A Fúria dos Reis

Tywin se manteve em Harrenhal, ponderando sobre seu próximo passo. No entanto, as forças de Robb partiram para as Terras Ocidentais, esmagando os restos reagrupados da tropa de Jaime na Batalha de Cruzaboi, chegando a matar Sor Stafford Lannister. Diante disso, Tywin decidiu marchar em perseguição à Robb, sem saber que o plano do Rei do Norte era exatamente este. Robb pretendia que o Lannister o caçasse pelas terras ocidentais, enquanto ele sangrava suas forças e vivia em suas terras. Tywin foi impedido pela ação imprudente de Edmure Tully, que bloqueou sua passagem nas terras fluviais com sua temerária Batalha dos Vaus.

As forças de Tywin estavam sendo flageladas e empurradas para trás, mas o atraso permitiu que batedores chegassem com notícias de Stannis e do perigo que rondava Porto Real. Tywin reagrupou suas forças e iniciou uma marcha forçada para a capital, chegando ao fim da Batalha da Água Negra. As forças de Tywin, combinadas às dos Tyrell, atacaram as de Stannis por um dos flancos, esmagando-as. Por sua vez, Tyrion, que muito havia feito pela defesa da cidade, ficou gravemente ferido.

A Tormenta de Espadas

Charles Dance como Tywin Lannister na Série de TV

A chegada oportuna de Tywin durante a Batalha da Água Negra permitiu que ele obtivesse quase todo o crédito pela vitória Lannister. Tywin assumiu oficialmente seu cargo de Mão de Joffrey, rebaixando o filho Tyrion para Mestre da Moeda, coisa que o anão viu como um insulto. Ele também arranjou o casamento de Tyrion com Sansa Stark, dizendo-lhe que futuramente ele poderia reclamar Winterfell, negando os direitos do filho caçula sobre Rochedo Casterly. Também fez planos de casar a filha Cersei, oferecendo-a ao herdeiro de Jardim de Cima, Willas Tyrell. Mace Tyrell cogitou a hipótese mas, após ser coagido pela mãe, recusou a idéia.

Depois de saber que Robb Stark havia quebrado a promessa aos Frey e casado com Jeyne Westerling, e que a Casa Westerling havia se juntado ao Rei do Norte, Tywin começou a tramar através de cartas com a mãe de Jeyne, Sybell Spicer, com Roose Bolton, que havia mudado de lado após tomar Harrenhal, e com Lorde Walder Frey, que considerava o casamento de Robb um insulto à sua Casa. O Casamento Vermelho foi fruto direto dessa conspiração, onde Robb Stark foi traído e assassinado, além de ter a maior parte de seu exército liquidado, pondo um fim à Guerra e assegurando a vitória para a Casa Lannister.

Tywin Lannister ainda tinha a Gelo, a longa espada de aço valiriano de Eddard Stark, e ele ordenou que a reforjassem em duas novas espadas, sendo uma para servir de presente a Joffrey no dia de seu casamento e a outra seria para Jaime. Pouco depois, Joffrey morreu envenenado no banquete de seu casamento com Margaery Tyrell. Tyrion foi acusado do crime, e coube a Tywin, junto de Mace Tyrell e de Oberyn Martell, ser um dos juízes do filho. Quando ficou claro que iria ser considerado culpado, Tyrion exigiu julgamento por combate e, surpreendendo a todos, Oberyn se apresentou como seu campeão. Sendo sua acusadora, Cersei nomeou Gregor Clegane como seu campeão. Clegane venceu o duelo que se seguiu, apesar de ter sido mortalmente ferido pela lança envenenada do dornês, de modo que Tyrion foi oficialmente considerado culpado e condenado à morte.

No entanto, enquanto aguardava sua execução nas celas negras, Tyrion foi libertado por Jaime, este acompanhado por um Varys relutante. Durante a fuga, Jaime revelou a Tyrion que Tysha não era uma prostituta, e que tinha se casado com ele realmente por amor. Furioso, Tyrion obrigou Varys a lhe mostrar uma passagem que subia até os aposentos do pai na Torre da Mão. Ali, ele encontrou Shae, sua ex-amante prostituta na cama de Tywin e a estrangulou com o colar da Mão do Rei. Pegou uma besta em uma das paredes e encontrou Tywin na latrina. O anão o confrontou sobre Tysha, mas Tywin não se sentiu ameaçado e continuou chamando a garota de prostituta, coisa que Tyrion encarou como insulto final. Ele atirou um dardo no pai, que morreu sentado na latrina. No momento da morte, Tywin esvaziou os intestinos, deixando Tyrion a pensar.

...a freqüentemente repetida piada a respeito de seu pai era apenas mais uma mentira. No fim das contas, Lorde Tywin Lannister não cagava ouro.

O Festim dos Corvos

Após o corpo ser descoberto, iniciaram-se os preparativos para um velório cerimonial. Cersei ordenou aos Kettleblack que se livrassem do corpo de Shae e ameaçou cortar a língua de quem revelasse que a garota havia estado ali.

Os restos mortais de Tywin Lannister foram exibidos por sete dias no Grande Septo de Baelor antes de tomar caminho rumo ao oeste, junto aos senhores das terras ocidentais. O terrível fedor que o corpo exalava era tão forte que muitas pessoas não conseguiam se aproximar. Com a degeneração dos tecidos, os músculos da face de Tywin se retraíram, aparentando um sorriso. Isso perturbou Jaime e Cersei porque, como dito acima, Tywin Lannister nunca sorria.

A Dança dos Dragões

Em Três Irmãs, Lorde Davos Seaworth ficou sabendo da morte de Tywin Lannister pelas mãos de Tyrion. Ele logo tentou enviar uma carta ao Rei Stannis Baratheon, crente de que a morte de Lorde Lannister poderia mudar o curso da guerra.

Lorde Jon Connington, remoendo suas lembranças, recorda-se de uma conversa que teve com Myles Toyne, na qual afirmara ao Capitão-general da Companhia Dourada de que nenhum homem poderia fazer mais para encontrar Robert Baratheon no Septo de Pedra do que ele fizera, nem Tywin Lannister. Myles Toyne retrucou dizendo que Tywin não teria perdido tempo com uma busca, e sim incendiado a vila inteira com Robert escondido nela.

O episódio em que Tywin obrigou a amante de seu pai a andar nua pelas ruas de Lannisporto é recordado por Sor Kevan Lannister e pela própria Cersei. Quando a rainha faz sua penitência pelas ruas de Porto Real, o pai é uma das figuras que ela tem impressão de ver em meio à multidão.

Legado

Apesar de a Casa Lannister ter voltado a ser respeitada e temida enquanto Tywin estava vivo, tudo indica que ela tornará a desmoronar devido aos impropérios de seus filhos, especialmente Cersei. Esta, por uma ironia do destino, foi forçada pela Fé dos Sete a caminhar nua pelas ruas de Porto Real como penitência, assim como Tywin havia obrigado a amante de seu pai a fazer pelas ruas de Lannisporto.

No fim, Tywin teve uma morte humilhante, além de ficar provada sua hipocrisia já que, em vida, Tywin sempre criticara o fraco de Tyrion por prostitutas. No entanto, a prostituta que dormia com seu filho foi flagrada em sua cama na noite de sua morte. Ele era cego com relação aos filhos, se recusando a ver o incesto entre Cersei e Jaime e o extremo potencial de Tyrion. Segundo Genna Lannister, o verdadeiro filho de Tywin nunca foi Jaime, e sim Tyrion. Quando ela disse isso a ele, o Lorde Lannister se recusou a falar com ela por meio ano.

Citações

...quando os seus inimigos o desafiarem, tem de lhes servir aço e fogo. Mas quando se ajoelham, tem de ajudá-los a se levantar. De outro modo, nunca ninguém dobrará o joelho.
— aconselhando Joffrey
...algumas guerras ganham-se com espadas, outras com penas e corvos...
— sobre o Casamento Vermelho
Os maiores idiotas são às vezes mais espertos do que os homens que deles riem.
— sobre a suposta traição dos Westerling

Citações sobre Tywin

Mais depressa confiaria uma criança a uma víbora do que ao Lorde Tywin.
— Eddard Stark, quando soube que Robert Arryn seria criado em Rochedo Casterly
Muito de vez em quando, Lorde Tywin Lannister chegava mesmo a ameaçar um sorriso; nunca o fazia, mas a simples ameaça era terrível de contemplar.
— Tyrion Lannister
...lembro-me da primeira vez que o meu pai me levou à corte, Robert teve de ir de mãos dadas comigo. Eu não podia ter mais de quatro anos, o que significa que ele devia ter cinco ou seis. Depois concordamos que o rei tinha sido tão nobre como os dragões eram temíveis. Anos mais tarde, nosso pai disse-nos que Aerys tinha se cortado no trono naquela manhã, e por isso a sua Mão tomara o lugar dele. O homem que tanto nos impressionou foi Tywin Lannister.
— Stannis Baratheon

Família

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Damon}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Tybolt}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Gerold}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Sarelle}
 
{Tywald}
 
{Tion}
 
{Tytos}
 
{Jeyne Marbrand}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Jason}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Tywin}
 
{Joanna}*
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Kevan}
 
Dorna Swyft
 
Genna
 
Emmon Frey
 
{Tygett}
 
Darlessa Marbrand
 
{Gerion}
 
Ramo
Descendente
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Robert
Baratheon}
 
Cersei
 
Jaime
 
Tyrion
 
Lancel
 
Amerei Frey
 
 
Martyn
 
 
 
 
Prole
 
 
 
{Tyrek}
 
Ermesande Hayford
 
Joy
Hill
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Joffrey
Baratheon}
 
Margaery
Tyrell
 
Myrcella
Baratheon
 
Tommen
Baratheon
 
Margaery
Tyrell
 
 
 
{Willem}
 
Janei
 
 
 


Referências e Notas





Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Tywin Lannister. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.