Thoros de Myr

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Thoros de Myr
Thoros de Myr Amoka.jpg
Thoros de Myr, por Amoka ©
Apelido(s) O Feiticeiro Vermelho
Lealdade Irmandade Sem Bandeiras
Cultura Myr
Aparece
Mencionado
Aparece
Aparece
Mencionado
Outros
Thoros de Myr, por Тхе Мичо ©.

Thoros de Myr é um sacerdote vermelho de R'hllor, da Cidade Livre de Myr, e um membro da corte em Porto Real. Ele mais tarde se torna um membro influente da Irmandade Sem Bandeiras.

Tabela de conteúdo

Aparência

Em Porto Real, Thoros é um homem careca, gordo e alto, com uma larga toga vermelha. [1] Após algum tempo na Irmandade, ele se torna um homem de cabelos grisalhos, e pele solta, [2] em velhas armaduras afiveladas por cima de uma maltrapilha veste cor-de-rosa. [3]

História

Thoros nasceu na Cidade Livre de Myr, o mais novo de oito crianças, [4] e foi dado aos sacerdotes vermelhos de R'hllor quando criança. Ele ganhou seu sacerdócio, mas nunca fora devoto, pois gostava de lutas, bebidas e mulheres. [4]

Ele foi enviado para Porto Real a fim de levar a luz do Senhor para Westeros, e o piromaníaco Rei Aerys II, mas não obteve sucesso e começou a questionar sua própria fé. Após a Rebelião de Robert, se tornou um frequente companheiro de bebida do Rei Robert. [4] Durante a Rebelião Greyjoy, ele ganhou reconhecimento por ser o primeiro a passar pela muralha em Pyke. [1] Ele fora um frequente campeão de torneios, usando uma espada acendida com fogovivo para amedrontar os cavalos dos outros combatentes. Ele derrotara Sandor Clegane três vezes em combates corpo a corpo. [3]

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Guerra dos Tronos

Ele participou do Torneio da Mão, derrubando da sela o Lorde Beric Dondarrion. [1] Após vencer o corpo a corpo no torneio, Thoros se juntou ao grupo de Beric Dondarrion encarregado por Eddard Stark, como Mão do Rei, de caçar Gregor Clegane e trazê-lo para a justiça do rei.

A Tormenta de Espadas

Gregor Clegane emboscara seu grupo, entretanto, e Beric foi morto. Ao executar um tradicional ritual de sepultamento de sua fé, Thoros, sem saber, conseguiu ressuscitá-lo. Os dois homens fundaram um grupo de fora da lei, chamado de "Irmandade Sem Bandeiras", para proteger os camponeses dos soldados forrageando nas Terras Fluviais. Como um fora da lei, Thoros experimentou um despertar espiritual, e continuou a ressuscitar Beric, através de motivos além de seu entendimento.

Ele também obteve sucesso em muitas das proezas que ele falhara em conseguir como um sacerdote vermelho, como ver visões na chama, e acender espadas com sangue e preces. [3][4]

O Festim dos Corvos

Thoros nunca tomara uma posição de liderança na Irmandade, e permitiu que a Senhora Coração de Pedra tomasse controle do grupo, apesar da sua desaprovação por seus motivos. As mudanças que ela fizera na Irmandade mais uma vez abaixaram a estima e a auto-confiança de Thoros. [5]

Referências



Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Thoros of Myr. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas