Samwell Tarly

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Tarly.png
Samwell Tarly
Minigdn.png
Samwell Tarly Amoka.jpg
Samwell Tarly, por Amoka ©
Apelido(s) Sam, o Matador
Lealdade Patrulha da Noite
Cultura Westeros
Nascimento Em 283 d.C., em Monte Chifre
Aparece
Aparece
PDV
PDV
Aparece
Outros

GoT Logo.jpg
Interpretado(a) por John Bradley
Aparições 1º Temporada | 2º Temporada | 3º Temporada | 4º Temporada | 5º Temporada | 6º Temporada | 7º Temporada

Samwell Tarly é o filho mais velho do Lorde Randyll Tarly de Monte Chifre, um vassalo dos Tyrell de Jardim de Cima[1]. Embora seja gordo, tímido e inseguro, ele é muito inteligente e atencioso.
Ele é um irmão juramentado da Patrulha da Noite.

Aparência e personalidade

Samwell é um rapaz muito gordo, com uma cara gorda e redonda, seus cabelos são pretos, possui olhos pálidos, tem um pescoço e dedos grossos [1]. Samwell gosta de música e canções, e prefere os livros sobre armas e tecidos suaves mais do que armadura. Ele também é um covarde, tem medo de sangue e violência. Embora a gordura, tímido e inseguro de si mesmo, ele é inteligente e atencioso.

John Bradley como Samwell Tarly na Série de TV

História

Samwell é o filho mais velho de Randyll Tarly, Lorde de Monte Chifre, e sua esposa, Melessa Florent. Randyll, considerado um dos melhores comandantes militares vivos nos Sete Reinos, tentou criar seu filho como um herdeiro digno, mas Samwell o frusta em quase todas as oportunidades, resistindo a quase todas as insinuações para mudar sua natureza. Uma dúzia de mestre-de-armas falharam em "endurece-lo". Randyll tenta várias vezes 'masculinizar' Sam, novamente sem muito sucesso, com ele continuando como um "fraco" aos olhos do pai. Sam até mesmo chora ao ver uma galinha sendo morta.[1] Lorde Tarly chega ao ponto de jogar o filho num lago para força-lo a aprender a nadar, mas Sor Hyle Hunt tem que resgatar o garoto.[2] Sam frequentemente sofre de bullying, dentro e fora de casa.[2]

Após a Senhora Melessa dar ao seu marido mais três filhas, Samwell finalmente recebe um irmão mais novo, Dickon. Esse jovem garoto, ao contrário de Sam, mostra todo o vigor que Sam não tem e Randyll começa a vê-lo como o preferido para sucede-lo. Enquanto Sam curtia música, comida e outras atividades mais 'suaves', Dickon é mais masculino e se mostra um bom guerreiro e caçador. Randyll proíbe Samwell de viajar para Vilavelha para estudar na Cidadela, horrorizado com a ideia de que um membro da Casa Tarly possa se tornar um meistre. Para desencorajar o menino a partir, Randyll mantêm Sam amarrado num muro por três dias.[3]

Quando Sam faz 15 anos, se tornando um homem feito, seu pai diz na sua cara que ele não é digno de portar a espada de aço valiriano ancestral da família, a Veneno do Coração, e diz que ele deve se juntar a Patrulha da Noite e renunciar seu direito a Monte Chifre e sair do caminho da herança de Dickon. Se ele se recusasse, Randyll promete que Sam vai sofrer um acidente infeliz durante uma caça. Sam decide então vestir o negro.[1]

Eventos recentes

A Guerra dos Tronos

Samwell chega em Castelo Negro pouco tempo depois de Jon Snow e é imediatamente zombado por seu tamanho e timidez. Sor Alliser Thorne, o mestre de armas do castelo, se junta a zombaria, o apelidando de "Sor Porquinho" e não faz nada para parar o bullying contra ele. Entristecido, Sam encontra em Jon um amigo, com quem ele partilha sua história. Jon sente pena de Sam e, para a irritação de Alliser, e passa a protege-lo e até ameaçar os recrutas que tentam abusar de Sam.[1]

Samwell não é poupado pelo treinamento de Alliser e permanece um guerreiro incompetente. Por causa disso, muitos acham que ele provavelmente não vai estar pronto para fazer seus votos para a Patrulha junto com os colegas. Jon, temendo o que acontecerá com Sam quando ele não estiver lá para protege-lo, ele persuadis Meistre Aemon a permitir que ele se torne um intendente, convencendo-o de que, apesar de sua incompetência como guerreiro ele pode ser útil pois Sam é bem alfabetizado e inteligente e pode contribuir para a Patrulha. Aemon concorda e dá a Samwell uma posição como assistente dele na biblioteca, no lugar de Chett.[4]

Apesar de ter nascido e criado a luz da Fé dos Sete, Samwell decide fazer seus votos para a Patrulha da Noite junto com Jon em frente a uma árvore coração. Logo em seguida, ele consegue impressionar o Lorde Comandante Jeor Mormont ao notar detalhes estranhos nos corpos de dois patrulheiros falecidos, Othor e Jafer Flowers.

Ele está no grupo de patrulheiros que para Jon quando este pretende largar a Patrulha e ajudar o irmão na guerra no sul, relembrando ele dos seus votos.[4]

A Fúria dos Reis

Sam se junta a Grande Patrulha que parte para explorar além da Muralha e ele é colocado para cuidar dos corvos do Lorde Comandante Mormont.[5] Quando a expedição chega na Fortaleza de Craster, ele faz amizade com Goiva, uma das filhas-esposas de Craster. Goiva teme que talvez ela tenha um menino, já que Craster vai sacrificar o bebê para os Outros. Samwell, sem saber bem o que fazer, pede ajuda para Jon, mas não há muitas opções.[6]

A Tormenta de Espadas

Sam armado com uma adaga de obsidiana pronto para matar um Outro, por Amok ©.

Quando criaturas zumbis atacam o acampamento da Patrulha da Noite no Punho dos Primeiros Homens, Sam envia corvos para alertar Castelo Negro e a Torre Sombria. Contudo, quando a Patrulha é derrotada em batalha contra as criaturas, Sam solta todos os corvos mas se esquece de prender as mensagens neles.[7] Ele escapa com um grupo de cinquenta homens liderados por Lorde Jeor Mormont. A marcha é difícil Sam e ele é ajudado por Grenn e Paul Pequeno, mas eventualmente eles se separam do grupo principal. Paul, que carrega Sam por boa parte da viagem, é atacado e morto por Outros. Samwell, que carregava uma adaga de obsidiana com ele, sem querer, ao tentar se defender, esfaqueia um dos Outros, matando-o instantaneamente. Este incidente lhe rende o apelido de "Sam o Matador", embora muitos o chamem assim como uma zombaria por não acreditar na história dele.[7]

Sam e Grenn se encontram com os sobreviventes da Grande patrulha na Fortaleza de Craster, onde Goiva dá luz a um menino. Logo depois, começa uma luta dentro da grande casa, com alguns membros da Patrulha da Noite acreditavam que Craster estava escondendo comida e outros descontentes com a liderança do Lorde Comandante Mormont. Craster e Jeor acabam sendo mortos no motim que se seguiu. Antes de Jeor morrer, ele dá a Sam seu último pedido para que ele fale para seu filho, o exilado Sor Jorah Mormont, se junte a Patrulha.[8]

Sam é forçado a fugir, se unindo a Goiva e seu bebê recém nascido. Eles chegam até uma aldeia que Sam acredita ser Brancarbor mas eles são atacados por criaturas, incluindo o corpo reanimado de Paul Pequeno. Sam luta com ele mas Paul continua avançando. Desesperadamente, Sam golpeia-o com um pedaço de madeira carbonizada, que faz com que Paul pegasse fogo, matando-o. Eles correm, mas as criaturas continuam seguindo eles. Finalmente Sam e Goiva são salvos por Mãos-Frias.[9]

Goiva e Sam são levadas para a Muralha por Mãos-Frias, que informa que há alguém em Fortenoite que deve ser enviado para ele. Ao entrar em Fortenoite ao atravessar o Portão Negro, Samwell encontra Bran Stark, junto com Hodor e Meera e Jojen Reed, sendo que todos eles aceitam partir e serem conduzidos por Mãos-Frias.[10]

Após partir de Fortenoite no lado sul da Muralha, Sam e Goiva se juntam ao grupo de Sor Denys Mallister e Bowen Marsh, que estão voltando para Castelo Negro. Eles chegam logo após a Batalha de Castelo Negro. Stannis Baratheon, que salvou a Muralha na batalha, exige que um novo comandante seja eleito para substituir o assassinado Jeor. Ele chega a sugerir que, caso a Patrulha não escolha seu novo comandante, ele irá apontar um para eles. É preciso dois-terços dos votos para eleger o comandante, sendo que Janos Slynt lidera a apuração, com Cotter Pyke e Denys Mallister vindo em seguida, embora ninguém consiga a porcentagem de votos necessária para ser eleito. Acreditando que Janos seria um péssimo Lorde Comandante, Sam conversa com Cotter e Denys separadamente e mente a respeito das intenções de Stannis de nomear o concorrente para o posto de comando, assim convencendo eles a eleger Jon Snow como um candidato de consenso (para evitar que o outro ganhasse).[11] Assim Jon acaba surpreendentemente ganhando.[12]

O Festim dos Corvos

Meistre Amon e Sam abordo do Melro.

Um dos primeiros atos de Jon Snow como Lorde Comandante é enviar Samwell para o sul em direção a Cidadela de Vilavelha, onde ele deverá estudar para se tornar o sucessor do Meistre Aemon. Jon também envia Dareon, a quem ele aponta como o novo recrutador da Patrulha da Noite, além do filho recém nascido de Mance Rayder, junto com Aemon, para privar Melisandre de sacrifica-los por eles terem sangue de rei. Ele então via Goiva, separando ela do próprio filho, para que ela pudesse cuidar do filho de Rayder.[3][2] Meistre Aemon adoece na viagem, contudo, e eles param em Braavos. Eles são obrigados a gastem dinheiro com uma estalagem e um curandeiro. A condição de Aemon piora, embora ele tenha momentos de consciência e afirma que gostaria de ouvir histórias dos dragões de Daenerys Targaryen que estão se espalhando pela cidade, afirmando que talvez ela seja a concretização da profecia do 'príncipe que foi prometido'.[13]

Samwell pede para Dareon para cantar numa taverna local para eles ganharem algum dinheiro para que assim eles possam comprar uma passagem de navio para Vilavelha, mas Dareon gasta boa parte do dinheiro que ele ganha com vinho e prostitutas. Sam confronta Dareon em um bordel e o acusa de quebrar seus votos. Dareon responde que tem intenção de abandona-los e desertar a Patrulha da Noite. Os dois acabam brigando, com Sam sendo bastante machucado e jogado em um canal. Ele é salvo por Xhondo, que ouviu ele falando de dragões e já os viu em Qarth.[14] Xhondo oferece um lugar no navio dele, o Vento Canela, em troca deles trabalharem em seu navio e pelos últimos bens deles.[13]

Meistre Aemon morre durante a viagem final de Braavos até Vilavelha e, em luto e entristecido, Sam e Goiva tem uma relação romântica e se tornam amantes. Ele nomeia o filho de Mance como "Aemon Steelsong"[13] e planeja que quando eles cheguem em Vilavelha ele irá enviar Goiva e a criança para Monte Chifre, o antigo lar de Samwell, apresentando o bebê de Goiva como seu filho bastardo.[3]

Samwell continua sua viagem para a Cidadela, onde Alleras apresenta ele a Leo Tyrell e o Arquimeistre Marwyn. Ao ouvir a história de Sam, Marwyn ordena que ele mantenha as profecias de Aemon e os dragões de Daenerys em segredos dos outros arquimeistres. Marwyn imediatamente deixa a cidade com o intuito de encontrar Daenerys e se tornar meistre dela. O noviço Pate dá a Sam um lugar para ficar perto das acomodações de Walgrave. Antes de ir embora, Marwyn diz para Samwell que ele deve terminar seus estudos logo e então voltar para a Muralha o mais rápido possível.[15]


Família

 
 
 
 
Randyll
 
Melessa
Florent
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Samwell
 
Talla
 
Duas filhas
 
Dickon
 
Eleanor Mooton
 

Referências