Quentyn Martell

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Martell.png
Quentyn Martell
Soprados.png
Quentyn Martell Тхе Мичо.jpg
Quentyn Martell, por Тхе Мичо
Apelido(s) Sapo
Príncipe Sapo
O Príncipe que chegou tarde demais
Domador de Dragões
Título Príncipe
Lealdade Casa Martell
Soprados pelo Vento
Raça Roinares
Cultura Dornesa
Nascimento Em 281 d.C.[1], em Lançassolar
Morte Em 300 d.C., em Meereen
Mencionado
Mencionado
Aparece (PDV)

Príncipe Quentyn Martell é o primeiro filho e segundo descendente do Príncipe Doran Martell.

Aparência e personalidade

Quentyn é baixo e entroncado, com uma cabeça grande e um tanto retangular, com cabelos da cor de lama seca. Ele é muito sério e não sorri facilmente.[1] Sor Barristan Selmy diz que "Ele parece um rapaz decente, sóbrio, sensível, obediente... Mas não é o tipo de rapaz que faria o coração de uma garota bater mais rápido."[2]

História

Quando jovem, Quentyn foi enviado para Paloferro para ser criado por Lorde Anders Yronwood, servindo como pajem e escudeiro, e recebeu seu título de cavaleiro pelo mesmo, aos 18 anos. Isso serviu para curar as feridas entre a Casa Martell e a Casa Yronwood após a ofensa do Príncipe Oberyn.[3]

Eventos recentes

O Festim dos Corvos

Supostamente, Quentyn estaria no Caminho do Espinhaço com o exército de Lorde Yronwood. Na verdade, ele cruzou o Mar Estreito em segredo.

A Princesa Arianne, após ter notícias de que seu irmão partira para uma das Cidades Livres, passou a acreditar que, com o consentimento do Príncipe Doran, ele estava recrutando mercenários para tomar o seu lugar como herdeira de Dorne.

A Dança dos Dragões

Quentyn havia cruzado o Mar Estreito com Sor Cletus Yronwood, Sor Gerris Drinkwater, Sor Willam Wells, Sor Archibald Yronwood e Meistre Kedry com a missão de trazer Daenerys Targaryen para Dorne. Logo no início do trajeto, porém, Sor William, Sor Cletus e Meistre Kedry foram assassinados por corsários que atacaram o navio deles.

Quando chegaram a Volantis, Gerris se passou por um mercador de vinhos que, com seus dois ajudantes, planejava ir para Meereen. Porém, encontraram problemas para achar uma passagem, já que Meereen estava fechada por um bloqueio e Volantis se agitava para declarar guerra à Daenerys. O único navio que se dispôs a levá-los, o Aventura, era suspeito e eles preferiram não arriscar. A solução para seu dilema veio por acaso, quando se depararam com agentes dos Soprados pelo Vento que arregimentavam homens para suas fileiras. Os três decidiram se juntar aos mercenários para conseguir chegar até a Rainha.

Quentyn, agora conhecido como "Sapo", lutou ao lado dos Soprados pelo Vento no Cerco de Astapor. Após a sangrenta batalha, quando os três dornenses planejavam sua deserção, foram chamados pelo Príncipe Esfarrapado, líder dos Soprados pelo Vento. O Príncipe Esfarrapado juntou alguns westerosi de sua companhia e lhes deu a missão de fingir virar a casaca para ter um porto seguro caso a batalha se mostrasse favorável a Daenerys.

Quando eles chegaram à Meereen, foram apresentados a Daenerys como novos recrutas dos Corvos Tormentosos. Os dornenses se revelaram e Quentyn entregou a Dany o pacto feito por Sor Willem Darry com o Príncipe Oberyn, prometendo a mão da Princesa Arianne a Viserys Targaryen. Ele disse que, com a morte de Viserys, o Príncipe Doran prometeu o apoio de Dorne a ela contanto que os dois se casem no lugar de seus irmãos. Daenerys, porém, envolvida pela ameaça yunkaíta, o rejeita. Mais tarde, Sor Barristan pensou que, se fosse Gerris o príncipe, a resposta da rainha poderia ter sido diferente, já que o cavaleiro era muito mais atraente do que Quentyn.

Depois que Daenerys sumiu com Drogon, Sor Barristan avisou a Quentyn que seria melhor que ele deixasse a cidade, já que sua segurança era ameaçada pelo marido de Daenerys, Hizdahr zo Loraq. Barristan disse a ele para esquecer o pacto de casamento e retornar a Westeros. Quentyn, porém, não quis decepcionar a confiança que seu pai havia posto nele. Como possuía sangue de dragão devido à sua longínqua ascendência Targaryen, Quentyn decidiu domar os dois dragões restantes de Daenerys. Para isso, contratou alguns dos Soprados pelo Vento, prometendo ao Príncipe Esfarrapado a cidade de Pentos. Após invadir o poço onde os dragões estavam, Quentyn tentou domar Viserion, mas foi surpreendido por Rhaegal, que o atingiu com um jorro de chamas. Os mercenários fugiram, deixando os dornenses apagando o fogo do corpo de Quentyn.

Como um ato de piedade, Sor Barristan deixou Quentyn morrer na cama de Daenerys, já que ele "havia viajado meio mundo em busca de um lugar na cama da rainha". O príncipe levou quatro dias para morrer, estando com a pele desfigurada pelas queimaduras e os olhos como duas piscinas de pus. Ao ver a extensão dos ferimentos do príncipe, Sor Barristan acha que teria sido melhor se Rhaegal tivesse comido-o vivo.[4]

Família

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Princesa de Dorne
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Lewyn
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Doran
 
Mellario de Norvos
 
{Mors}
 
{Rhaegar Targaryen}
 
{Elia}
 
{Olyvar}
 
Várias mulheres
 
{Oberyn}
 
Ellaria Sand
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ArianneQuentynTrystane
 
{Rhaenys Targaryen}Aegon Targaryen
 
Obara SandNymeria SandTyene SandSarella Sand
 
Elia SandObella SandDorea SandLoreza Sand
 


Referências

  1. 1,0 1,1 A Dança dos Dragões, Capítulo 6, O Homem do Mercador.
  2. A Dança dos Dragões, Capítulo 59, O Cavaleiro Descartado.
  3. O Festim dos Corvos, Capítulo 13, O Cavaleiro Maculado.
  4. A Dança dos Dragões, Capítulo 70, A Mão da Rainha.



Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Quentyn Martell. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.