Porto Real

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Porto Real
Capital do Reino
HBO-Porto Real.jpg
Porto Real em Game of Thrones
Porto Real is located in Terras da Coroa
Porto Real

Localização da Colina de Aegon nas Terras da Coroa
Localização Terras da Coroa, Westeros
Governo Casa Baratheon CBaratheon de Porto Real.png, anteriormente
Casa Targaryen Casa Targaryen de Porto Real.png
Religião Fé dos Sete
Tamanho + de 500 mil habitantes
Fundado(a) Em 1 d.C., por Aegon I Targaryen
Locais notáveis Colina de Aegon, Colina de Rhaenys, Colina de Visenya, Fortaleza Vermelha, Grande Septo de Baelor, Fosso dos Dragões, Baixada das Pulgas
Organizações Guarda Real, Patrulha da Cidade, Guilda dos Alquimistas

Porto Real é a capital e maior cidade dos Sete Reinos, localizada na costa leste de Westeros, nas Terras da Coroa com vista sobre a Baía do Água Negra. É onde se localiza a Fortaleza Vermelha, e o Trono de Ferro dentro dela, assento do Rei.

A principal parte da cidade é cercada de muralhas, guardadas pela Patrulha da Cidade de Porto Real, também conhecia como os Capas Douradas. A população mais pobre constrói casebres fora da cidade. Porto Real é extremamente populosa, porém feia e suja se comparada a outras cidades. O péssimo odor do lixo da cidade pode ser sentido até muito longe de suas muralhas. É o principal porto dos Sete Reinos, rivalizado apenas por Vilavelha.

História

Porto Real durante a Batalha da Água Negra. Em primeiro plano, a Fortaleza Vermelha; ao fundo, o Grande Septo de Baelor.
Porto Real sofreu alguns ataques e catástrofes durante sua existência (curta, se comparada a outras cidades).

Fundação

Antes da Guerra da Conquista, área no entorno de Porto Real era território disputado entre os Reinos da Campina, das Terras Fluviais e das Terras da Tempestade; consistia de colinas e florestas, com poucos pescadores vivendo ao norte do Água Negra - até 300 anos atrás, quando Aegon o Conquistador desembarcou na foz do rio, construindo sua primeira fortaleza de madeira e barro, Aegonfort, no topo da mais alta colina. Posteriormente, quando Aegon finalizou sua conquista, ele decidiu construir sua capital no entorno daquele forte, já que era uma área central e não era parte de nenhum antigo reino, deixando o Rei separado de seus vassalos.

Em tempo, a cidade foi expandida pelos Reis Targaryen. A Fortaleza Vermelha foi completada durante o reinado de Maegor o Cruel; o Grande Septo foi construído para exibir a fé e devoção dos Targaryen à Fé dos Sete, após renunciarem aos antigos deuses de Valíria (não foi denominado Grande Septo de Baelor até a morte do Rei Baelor, o Abençoado); o Poço dos Dragões foi construído para abrigar os dragões Targaryen.

Dança dos Dragões

Durante o começo da guerra civil conhecida como Dança dos Dragões, a cidade era governada pelo Rei Aegon II, todavia em 130 d.C. a cidade caiu, quando a Rainha Rhaenyra Targaryen e seus negros a invadiram. Esse curto reinado da Rainha terminou com o Assalto ao Poço dos Dragões e a morte de cinco dragões Targaryen, milhares de plebeus e a ruína do Poço dos Dragões.[1] Rhaenyra abandonou a cidade, que ficou sem governante por um curto espaço de tempo. Já no último mês de 130DD, Aegon II retomou a cidade.

Rebelião Blackfyre

Durante a Rebelião Blackfyre, o exército do meio-irmão bastardo do Rei Daeron II ameaçou a cidade, mas foi detido na Batalha do Campo do Capim Vermelho.

Grande Praga da Primavera

Durante a Grande Praga da Primavera, em 196 d.C., quatro em cada dez habitantes morreram na epidemia, e piras funerarias queimaram no Poço dos Dragões continuamente, pintando o céu noturno de um verde de fogovivo.

Rebelião de Robert

Mas, principalmente, durante a guerra civil conhecida como Rebelião de Robert, o Rei Aerys o Louco quase queimou toda a cidade com o objetivo de "salvá-la" dos rebeldes, e logo após foi saqueada por tropas Lannister. Ao final da Rebelião o Senhor das Terras da Tempestade, Lorde Robert Baratheon, proclamou-se Rei e fundou a Casa Baratheon de Porto Real.

Reinado de Robert

Durante seu reinado Robert fez inúmeros torneios incluindo o Torneio do duodécimo dia do nome do Príncipe Joffrey e o Torneio da Mão, em homenagem a Lorde Eddard.

Guerra dos Cinco Reis

Lorde Stannis Baratheon tentou invadir a cidade no que ficou conhecida como a Batalha da Água Negra, mas foi derrotado.

A Cidade

Shae observando a cidade de uma varanda da Fortaleza Vermelha, em cena da série de televisão.

Porto Real possui uma forma aproximadamente quadrada, estendendo-se por diversos quilômetros, e defendida por altas muralhas; há sete portões. No interior das muralhas, a cidade conta com mansões, celeiros, pomares, armazéns de pedra, estalagens de madeira, barracas de mercadores, tavernas, cemitérios e bordéis. Há um mercado de peixes. Centenas de cais se encontram no porto. Entre os edifícios as vias são largas e arborizadas, cruzando com ruas e becos. Próximo ao Portão da Lama ficam três grandes catapultas, chamadas de Três Putas, uma recente adição às defesas da cidade.

A cidade cobre a margem norte do Água Negra, e ainda três altas colinas, nomeadas em homenagem a Aegon e suas duas irmãs, Visenya e Rhaenys. A Alta Colina de Aegon, em cujo topo se encontra a Fortaleza Vermelha, o castelo real localizado no canto sudeste da cidade, proporciona vista diretamente para a baía, enquanto a Colina de Visenya a oeste é coroada pelas muralhas de mármore do Grande Septo de Baelor, e suas sete torres de cristal. A Colina de Rhaenys ao norte é coberta pelas ruínas do domo do Poço dos Dragões, cujas portas de bronze se encontram fechadas há um século, desde que os últimos dragões morreram.

A maioria dos prédios da cidade são feitos de madeira ou gesso, com poucas estruturas de pedra. No exterior da cidade, ao lado do cais, há casebres em ruínas escorados nas muralhas. Nestes lugares há barracas de iscas, armazéns, barracas de mercadores, casas de cerveja, e os casebres onde as mais baratas prostituas oferecem seus serviços.

Na Baixada das Pulgas, um labirinto de ruas estreitas e becos, mendigos e a parte mais pobre da cidade vive; subsistem, na maioria das vezes, consumindo um ensopado marrom, cujos ingredientes são um mistério, podem incluir carne de ratos e de vítimas de homicídio, além de outras coisas.

Os ricos da cidade moram longe da Baixada, no lado oposto da Colina de Rhaenys. As áreas mais ricas da cidade ficam próximas ao Velho Portão.

Algumas das Casas nobres de outras partes de Westeros mantém belas mansões muradas no interior da cidade, com seus próprios poços, estábulos, jardins e armazéns, para quando visitam a capital.

Grandes torneios ocorrem no exterior da cidade, ao lado do Água Negra.

Portões

Sete é um número sagrado em Westeros, sendo a esta razão de Aegon ter ordenado a construção de sete grandes portões, que funcionam entradas para a capital; cada um destes portões é protegido por grades de ferro, pesados portões e guardas armados.

Lugares importantes

Ruas, praças e outros

  • Rua das Irmãs, próxima aos pés da Colina de Visenya. Onde se localizam os Alquimistas. É reta como uma flecha, ligando as Colinas de Rhaenys e Visenya, e tirando daí seu nome.
  • Rua do Aço, onde se encontram a maioria das forjas dos ferreiros. Começa na praça do mercado, próxima do Portão do Rio, subindo a Colina de Visenya. Quanto mais alto na colina, mais caras as lojas.
  • Rua da Farinha, ao longo da qual diversas padarias são encontradas. Abaixo da rua, se encontra um labirinto de becos.
  • Rua da Seda, dotada de diversos bordéis de preços variados.
  • Beco da Enguia, localizada na Colina de Visenya, onde se encontra uma estalagem.
  • Beco da Corrida dos Porcos, rodeada por altas construções de pedra e madeira, cujos andares mais altos são tão inclinados que quase tocam aqueles no outro lado da rua.
  • Travessa da Sombra Negra, uma rua sinuosa que começa no portão norte da Fortaleza Vermelha e se estende até os pés da Alta Colina de Aegon.
  • Travessa Fedorenta, rua de aprendizes.
  • Caminho Lamacento, próxima à Praça do Peixeiro
  • Beco do Toucinho, onde Lollys Stokeworth foi encontrada vagando após ter sido estuprada.
  • Curva do Mijo, rua provavelmente localizada na área das Pulgas. O fluxo sangrento estava sendo transmitindo nos ensopados vendidos nesta rua.
  • Rua das Sementes
  • Travessa do Latoeiro
  • Rua do Rio
  • Rua do Gancho
  • Praça do Sapateiro
  • Praça do Peixeiro, próxima ao Portão de Lama.

População

Porto Real é extremamente populosa, mas feia e suja se comparada a outras cidades. Sua população é estimada em mais de 500 mil, apesar de este número variar durante o inverno e em tempos de guerra, quando pessoas se abrigam no interior das muralhas da cidade. George R. R. Martin afirmou que a cidade é maior do que Londres ou Paris na Idade Média, porém menor que a Constantinopla Medieval ou a Roma Antiga, que possuíam uma população aproximada de 1 milhão.

Forças Militares

A Patrulha da Cidade de Porto Real, também chamada de Capas Douradas, é o principal corpo militar da capital, encarregada de guardar e policiar a cidade e seus entornos. É formada por 2 mil homens, número aumentado conforme a necessidade, ou durante guerras.

A Frota Real guarda a entrada da Baía da Água Negra, e patrulha a baía e o Rio Água Negra.

Capítulos que se passam em Porto Real


Referências e Notas

  1. The Princess and The Queen

Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em King's Landing. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.