Maekar I Targaryen

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Targaryen.png
Maekar I
Targaryen.png
Maekar I Targaryen Amoka.jpg
Maekar I Targaryen, por Amoka ©
Informações biográficas
Reinado 221 d.C. a 233 d.C.
Nome completo Maekar Targaryen, o Primeiro de Seu Nome
Outros títulos Rei dos Ândalos, dos Roinares e dos Primeiros Homens
Senhor dos Sete Reinos
Protetor do Território
Senhor de Solarestival
Nascimento 174 d.C.
Morte 233 d.C.
Família
Casa Real Casa Targaryen
Predecessor Aerys I Targaryen
Sucessor Aegon V Targaryen
Rainha Dyanna Dayne
Filhos Daeron Targaryen
Aerion Targaryen
Aemon Targaryen
Aegon V Targaryen
Rhae Targaryen
Daella Targaryen
Pai Daeron II Targaryen
Mãe Mariah Martell

Maekar Targaryen.png
Aparece
Mencionado
Mencionado

Maekar I foi soberano dos Sete Reinos e o décimo quarto Targaryen a se sentar no Trono de Ferro. Era o quarto filho do Rei Daeron II e recebeu a senhoria do castelo de Solarestival.

Um comandante de batalha capaz, Maekar serviu durante a Rebelião Blackfyre. Após uma série de mortes inesperadas na família real, ele herdou o Trono de Ferro em 221 d.C. e governou até 233 d.C., quando pereceu em combate contra um senhor rebelde.

Aparência

Maekar tinha uma constituição poderosa e uma barba que enquadrava o rosto. Os olhos eram violeta e os cabelos de um loiro-pálido quase branco. Tinha um olhar poderoso e marcas de varíola no rosto.

Juventude

Maekar era filho de Daeron II e Mariah Martell. Sendo quarto filho, não havia grande probabilidade de que ele chegasse a reinar. Ele casou cedo e foi pai de quatro filhos e duas filhas. A senhoria do palácio de verão dos Targaryen, Solarestival, foi concedida a ele.

Rebelião Blackfyre

Durante a Rebelião Blackfyre, Maekar serviu como um dos comandantes das forças lealistas. Era dele a parede de escudos que conteve o ataque de seu tio, Açoamargo, na Batalha do Campo do Capim Vermelho. Quando seu irmão Baelor Quebralanças atacou o exército rebelde pela retaguarda a batalha foi vencida. Depois uma canção foi feita sobre o confronto, chamada de "O Martelo e a Bigorna", sendo Baelor o martelo e Maekar a bigorna.

No entanto, Maekar se sentiu menosprezado. A vitória foi mais atribuída ao seu irmão e aos erros de Daemon Blackfyre do que aos seus esforços. Em outras coisas, ele também sempre foi mantido à sombra de seus irmãos, o que feriu seu orgulho. Raymun Fossoway disse sobre ele.

Não tão ousado quanto Príncipe Baelor, nem tão inteligente quanto o Príncipe Aerys, nem tão gentil quanto Príncipe Rhaegel. E agora ele tem que sofrer vendo seus próprios filhos serem ofuscados pelos filhos de seu irmão.

Torneio de Vaufreixo

Em 208 d.C. um torneio foi realizado em Vaufreixo. Maekar esteve lá pare ver seus filhos Daeron e Aerion competirem. Seu quarto filho, Aegon era escudeiro de Daeron.

O torneio mostrou-se desastroso para Maekar e seus filhos. Daeron bebeu até cair durante o percurso até Vaufreixo, Aegon entrou disfarçado para o serviço do cavaleiro de cerca Duncan, e Aerion trouxe desonra a si mesmo durante a justa ao matar o cavalo do oponente. Quando Dunk atacou Aerion e este exigiu um julgamento por combate, Maekar se pôs ao lado do filho, exigindo vingança, além de acreditar nas acusações de Daeron que dizia que Dunk havia sequestrado Aegon.

Durante o Julgamento de Sete, Maekar confrontou seu irmão, Baelor, que lutava por Dunk, e desferiu um golpe mortal em sua cabeça. Baelor sobreviveu ao julgamento, mas morreu logo após retirar o seu elmo. Depois daquilo, Maekar achava que seria considerado um fratricida.

Lidando com o problema com seus filhos, Maekar baniu Aerion para as Cidades Livres e ofereceu a Dunk uma posição em sua guarda pessoal para que o cavaleiro pudesse continuar tendo Aegon como escudeiro. Dunk disse que continuaria com Aegon, contanto que pudesse continuar como cavaleiro de cerca. Após refletir, Maekar enviou Aegon para servir a Dunk [1].

Reinado e fim da vida

Com a Grande Praga da Primavera, o Rei Daeron II e os filhos de Baelor morreram. O irmão de Maekar reinou como Aerys I e convidou seu tio, Corvo de Sangue para ser Mão do Rei. Maekar esperava ser a nova Mão e não podia conviver com Corvo de Sangue, então retornou para seu castelo de Solarestival.

Depois da morte de Aerys, Maekar herdou o Trono de Ferro e prendeu Corvo de Sangue. O verão durou sete anos de seu reinado, e alguns pensavam que seria o Grande Verão. Porém, logo seguiu um curto outono e um frio e longo inverno.

Maekar governou até 233 d.C. quando caiu em batalha ao enfrentar um senhor rebelde nas Marcas de Dorne, durante o Levante Peake. De acordo com uma fonte semi-canônica, ele foi esmagado até a morte por uma pedra arremessada a partir das ameias do Pontestrelada durante a invasão do castelo. Após sua morte, surgiu uma crise sucessória e um Grande Conselho, que escolheu seu filho Aegon para ser rei.

Família

 
 
 
 
 
 
 
 
{Daeron II}
 
{Mariah
Martell}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Baelor}
 
{Jena
Dondarrion}
 
{Aerys I}
 
{Aelinor
Penrose}
 
{Rhaegel}
 
{Alys
Arryn}
 
{Maekar I}
 
{Dyanna
Dayne}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Valarr}
 
{Kiera de
Tyrosh}
 
{Matarys}
 
{Aelora}
 
{Aelor}
 
{Daenora}
 
{Aerion}
 
{Daeron}
 
{Kiera de
Tyrosh}
 
{Aemon}
 
{Aegon V}
 
{Rhae}
 
{Daella}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Gêmeo
 
Gêmeo
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Maegor}
 
 
 
 
 
{Vaella}
 
 
 
 
 
 
 
Casa Targaryen
 
Filhos
desconhecidos
 
Filhos
desconhecidos
 
 


Referências e notas


Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Maekar I Targaryen. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.