Lysa Arryn

De Game Of Thrones BR wiki
(Redirecionado de Lysa Tully)
Ir para: navegação, pesquisa
Tully.png
Lysa Arryn Arryn do Ninho da Águia.png
Baelish de Harrenhal.png
Lysa Tully Amoka.jpg
Lysa, por Amoka ©
Título Senhora do Vale
Lealdade Casa Arryn
Esposa(o) 1º - Jon Arryn
2º - Petyr Baelish
Nascimento Em 266 d.C., em Correrrio
Morte Em 300 d.C., em Ninho da Águia
Aparece
Mencionada
Aparece
Mencionada
Mencionada
Outros

GoT Logo.jpg
Interpretado(a) por Kate Dickie
Aparições 1° Temporada | 4° Temporada
Kate Dickie como Lysa Tully na Série de TV.

A Senhora Lysa Arryn, conhecida também como Lysa Tully, é uma nobre pertence a Casa Tully. É filha do lorde Hoster Tully e a irmã mais nova de Catelyn Stark e Edmure Tully. Viúva de Lorde Jon Arryn, após sua morte virou uma mulher amarga e propensa a insanidade. Criou seu filho Robert Arryn tratando-o como se fosse uma criança com idade bem inferior a que possui.

Lysa aproveita-se da segurança que possui em seu castelo, o Ninho da Águia e não apoiou nenhum lado durante a Guerra dos Cinco Reis, por medo da segurança de seu filho indo contra a vontade de sua irmã Catelyn. Sugere-se também que ela o fez por influência de Petyr Baelish.

Tabela de conteúdo

Aparência e personalidade

Lysa possui um corpo largo, pálido e rosto inchado. Tem os olhos azuis dos Tully e uma boca pequena e petulante. Possui longos e volumosos cabelos castanhos.

Em sua juventude em Correrrio, Lysa era magra, tímida e uma garota doce e delicada que sonhava com um casamento perfeito. Ela idolatrava sua irmã mais velha devido ao noivado desta com Brandon Stark e sonhava em se casar com um homem tão nobre e belo quanto o jovem herdeiro de Winterfell.

História

Vida antes da Rebelião de Robert

Lysa nasceu como a segunda filha da Senhora Minisa Whent e do Lorde Hoster Tully, chefe da Casa Tully e Senhor das Terras Fluviais. Tinha uma irmã mais velha, Catelyn, e um irmão mais novo, Edmure. Sua mãe morreu ao tentar dar à luz ao quarto filho.

Ela cresceu em Correrrio junto de seus irmãos e do protegido de seu pai, Petyr Baelish. Quando eram jovens, Catelyn e Lysa trocavam beijos com Petyr. Catelyn recordava disso como algo inocente, mas Petyr tinha sido mais ousado com Lysa, beijando-a de língua. Nessa época, Lysa se apaixonou por Petyr, mas seus sentimentos não eram correspondidos. Quando Catelyn foi prometida a Brandon Stark, Petyr o desafiou para um duelo em que disputariam a mão dela. Brandon, mais velho e mais forte, feriu Petyr, e Lysa se ofereceu para cuidar dele. Ela se aproveitou de quando ele estava frágil após ser humilhado e rejeitado por Catelyn e foi para sua cama "para confortá-lo", e Petyr chamou-a de "Catelyn". Lysa acabou grávida de Petyr, o que fez com que Lorde Hoster a forçasse a abortar e enviasse Petyr de volta para os Dedos.

Como Lysa não era mais virgem, Lorde Hoster percebeu que teria dificuldade em arranjar um bom casamento para ela. Uma união com Jaime Lannister foi discutida, mas acabou não indo pra frente quando Cersei Lannister fez com que ele fosse chamado para a Guarda Real. Tywin Lannister ofereceu seu filho mais jovem, Tyrion no lugar de Jaime, mas isso foi recusado por Hoster, que disse preferir "um homem inteiro para a filha".

Durante a Rebelião de Robert, Lorde Hoster negociou o casamento de Lysa com Lorde Jon Arryn, Senhor do Vale de Arryn e do Ninho da Águia em troca do apoio da Casa Tully à rebelião. Lorde Arryn já era um homem velho e sem herdeiros. O casamento ocorreu em Correrrio, na mesma cerimônia na qual Catelyn se casou com Eddard Stark. Os dois homens logo partiram para a guerra.

Com o fim da rebelião, o Rei Robert Baratheon escolheu Jon Arryn para ser sua Mão do Rei, cargo que fez com que ele e Lysa morassem em Porto Real.

Quando o tio dela, Sor Brynden Tully, escolheu sair das Terras Fluviais e servir a sobrinha, Lysa o tornou Cavaleiro do Portão.

Eventos posteriores

A Guerra dos Tronos

Após a morte do seu marido, Lysa foge de Porto Real e retorna para o Ninho da Águia com seu filho e seus empregados.[1] A morte de Jon Arryn deu inicio a uma cascata de eventos que levou os Sete Reinos a uma violenta guerra civil. Um destes eventos foi uma carta secreta que Lysa enviou para sua irmã Catelyn, onde ela acusou os Lannisters e a rainha Cersei, em particular, de terem assassinado seu marido.[2]

Catelyn capturou então Tyrion Lannister quando ela o encontrou no seu retorno de Porto Real para Winterfell.[3] Para evitar ser perseguida, Catelyn afirmou que tinha interesse de levar Tyrion para o Norte, mas na verdade o levou para o Vale de Arryn, onde sua irmã Lysa governava como regente enquanto seu filho era apenas uma criança.[4] As irmãs Tully não se viam há anos e Catelyn ficou surpresa com o quão mudada Lysa estava. Ela estava mais gorda, emocionalmente mais instável e paranoica, vendo inimigos por todo o lado.[5]

Lysa jogou Tyrion numa das celas do céu e quer que ele confesse que conspirou para matar seu marido. Tyrion, contudo, nega e exige um julgamento por combate.[6] Seu campeão, Bronn, derrota o campeão de Lysa, Sor Vardis Egen, capitão da Guarda dos Arryn.[6][7]

Após a morte de Eddard Stark em Porto Real, seu filho, Robb Stark, mobiliza os exércitos do Norte para fazer guerra no sul contra os Lannisters. Catelyn tentou persuadir sua irmã a ordenar que os Cavaleiros do Vale se juntem ao conflito contra o Trono de Ferro ao lado do pai delas, Hoster Tully, e dos nortenhos, mas Lysa se recusa. O tio delas, Sor Brynden Tully, conhecido como Peixe Negro, enojado com o comportamento de Lysa, renuncia a sua posição de Cavaleiro do Portão e deixa o Ninho da Águia ao lado de Catelyn para lutar por Correrrio.[7] Antes de Catelyn partir, ela se oferece para criar Robert em Winterfell. Lysa responde isso ameaçando jogar Catelyn do Porta da Lua.[8]

A Fúria dos Reis

Apesar dos seus parentes estarem engajados numa sangrenta luta contra a poderosa Casa Lannister, Lysa mantém o Vale de Arryn neutro no decorrer da Guerra dos Cinco Reis. Muitas casas nobres e cavaleiros juramentadas ao Ninho da Águia continuam a pedir por permissão para se juntarem aos nortenhos e aos senhores dos rios na guerra, mas Lysa permanece irredutível e o Vale acaba ficando de fora das hostilidades.

Enquanto isso, Tyrion Lannister, atuando como mão do rei interino em Porto Real, queria descobrir quem estava dando informações sobre ele no Pequeno Conselho para Cersei Lannister. O anão fala para Petyr Baelish que ele pretende convencer Lysa para casar seu filho Robert com a princesa Myrcella Baratheon.[9] Na realidade isso tudo era uma farsa e Baelish nunca deixa a capital para informar Lysa disso.[10]

A Tormenta de Espadas

No momento que chega a notícia de que a rebelião nortenha foi esmagada com os Starks sendo massacrados no Casamento Vermelho, Petyr Baelish já era um dos homens mais fortes no Pequeno Conselho na Fortaleza Vermelha e dos Lannisters, recebendo destes o título de Senhor Supremo do Tridente, com seu assento em Harrenhal. Com este título, ele pode se casar com Lysa e assumir a posição dela de regente da criança Robert Arryn.[11] Petyr leva Sansa Stark com ele para o Vale, disfarçada como sua filha bastarda "Alayne Stone", mas ele informa Lysa da real identidade dela. Lysa e Petyr então se casam oficialmente.[12]

Sansa é muito parecida com sua falecida mãe Catelyn.[12] Em uma manhã, no Ninho da Águia, Lysa pega Petyr beijando Sansa. Ela culpa a garota e durante um estouro emocional ela quase joga a sobrinha da Porta da Lua. Sansa é salva quando Petyr aparece. Lysa fica histérica com a ideia de Petyr poder desejar Sansa, e confessa que ela e Petyr tinham um caso desde os tempos que moravam em Porto Real, que ela que convenceu seu marido Jon a dar a Petyr um importante cargo em Vila Gaivota (que depois o levaria para a corte real como mestre da moeda)[9]. Ela também afirma que envenenou o próprio marido, seguindo instruções de Petyr, e que, também a seu pedido, enviou uma carta erroneamente acusando os Lannisters do assassinato.[13]

Petyr acalma a histérica Lysa, mas depois confessa que a única mulher que amou de verdade foi Catelyn. Ele então joga Lysa da Porta da Lua e culpa o cantor Marillion pela morte dela.[13]

O Festim dos Corvos

Após a morte de Lysa, Petyr mantém o cargo de Lorde Protetor do Vale. Ele força Marillion a confessar o assassinato de Lysa na presença dos Lordes Declarantes, e convence Sansa a culpar Marillion também.[14]

Família

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Jasper
 
Desconhecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3ª: Lysa Tully
 
Jon
 
2ª: Rowena Arryn
 
1ª: Jeyne Royce
 
Alys
 
Elys Waynwood
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ronnel
 
Senhora Belmore
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Robert
 
 
 
Filha
 
Denys Arryn
 
Filha
 
Sor Hardyng
 
Outras seis filhas
 
Jasper Waynwood
 
 
 
Elbert
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filho
 
 
 
 
 
Harrold Hardyng
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Referências



Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Lysa Tully. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas