Janos Slynt

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Slynt.png Janos Slynt Patrulha da Cidade de Porto Real.png Patrulha da Noite.png
Janos Slynt Тхе Мичо.jpg
Janos Slynt, por Тхе Мичо ©
Título Comandante da Patrulha da Cidade
Senhor de Harrenhal
Lealdade Casa Slynt
Patrulha da Cidade de Porto Real
Patrulha da Noite
Nascimento Em entre 260 d.C. e 278 d.C., em Porto Real
Morte Em 300 d.C., em Castelo Negro
Aparece
Aparece
Aparece
Mencionado
Aparece

GoT Logo.jpg
Janos Slynt.png
Interpretado(a) por Dominic Carter
Aparições 1ª Temporada | 2ª Temporada | 4ª Temporada | 5ª Temporada
Apareceu em 15 episódios (ver seção)

Lorde Janos Slynt é um membro da Patrulha da Noite e o antigo senhor da Casa Slynt. Ele é o ex-comandante da Patrulha da Cidade de Porto Real. Rapidamente, ele foi Senhor de Harrenhal, antes de se juntar a patrulha. Seu pai foi um açougueiro. [1] Janos é pai de três filhos, Morros, Jothos e Danos, ele também é pai de uma filha. Na série de televisão é interpretado pelo ator Dominic Carter.[2]

Aparência

Dominic Carter como Janos Slynt

Ele é um homem robusto, e de fortes maxilares, possui uma cabeça calva. [3] Ele possuia a cara de um sapo e tinha a constituição de um barril. [4]

História

Slynt foi o capitão do Portão de Ferro e foi feito comandante da Patrulha da Cidade após a morte do ex-comandante, Manly Stokeworth. [5]

Durante seu período como Comandante dos Homens de Manto Dourado, Janos foi conhecido por aceitar subornos e pela venda de posição e promoções. Ao fim de seu mandato, metade dos oficias estavam lhe pagando parte de seus salários. Jon Arryn descobriu isso e tinha dois homens que estavam dispostos a testemunhar contra Janos, mas ambos foram encontrados mortos um tempo depois.

Apesar disso, Arryn ainda queria que Slynt fosse demitido, mas Robert Baratheon determinou que..

"Todos eles roubam, e é preferível um ladrão que conhecemos do que um que desconhecemos, o homem seguinte pode ser pior.." [6]

Assim, Slynt manteve sua posição. De acordo com Stannis Baratheon, essas foram as palavras de Mindinho saindo da boca de Robert; Stannis garantiu que Baelish, sem dúvida, sabia da corrupção de Slynt e garantiu que a coroa tivesse tanto lucro quanto Janos. Stannis também jurou que se ele fosse rei, Slynt teria perdido mais do que sua posição se essa corrupção tivesse acontecido com ele. [6]

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Guerra dos Tronos

Janos Slynt é o Comandante da Patrulha da Cidade de Porto Real durante o Torneio da Mão. [3] Quando Lorde Eddard Stark tenta tomar o controle da Rainha Cersei, Janos jura suas espadas da Patrulha da Cidade para ele. No entanto, na Sala do Trono, ele trai Lorde Eddard e mata Varly. Ele é feito Senhor de Harrenhal pelos seus serviços à Coroa. [7]

A Fúria dos Reis

Lorde Janos está no pequeno conselho quando Tyrion Lannister chega em Porto Real. Ele é despojado de Harrenhal e enviado para se juntar a Patrulha da Noite com os outros homens que ele tinha oferecido como prováveis ​​substitutos para ele como comandante da Patrulha da Cidade. [4]

A Tormenta de Espadas

Lorde Janos chegou em Castelo Negro e foi levado diante de Jon Snow pelas acusações de traição e quebra de voto. Ele se aliou a Sor Alliser Thorne e Sor Glendon Hewett. Ele trouxe Camisa de Chocalho que confirmou que Jon havia matado Qhorin Meia-Mão. Ele prendeu Jon e o colocou em uma cela de gelo. [8]

Após ser impedido pelo Meistre Aemon de enforcar Jon, Lorde Janos envia Jon para assassinar Mance Rayder, esperando que Jon fosse morto no processo. [9]

Slynt colocou-se diante como candidato para suceder Jeor Mormont como Senhor Comandante da Patrulha da Noite, com o apoio de Sor Alliser Thorne e também depois de Bowen Marsh. [10] Slynt também tentou persuadir Stannis para apoiá-lo, mas Stannis não gostava de Slynt e sua aversão aos elogios hipócritas do homem colocaram um fim a isso. Devido as rivalidades entre Cotter Pyke e Sor Denys Mallister, suas chances aumentaram. No fim, ele foi derrotado pelos esforços de Samwell Tarly que persuadiu Pyke e Mallister a apoiarem Jon Snow como um candidato. [6][11]

A Dança dos Dragões

Para minar a autoridade de Slynt com suas intrigas, e separar ele de seu aliado Alliser Thorne, e tendo em vista sua experiência, Jon Snow, agora Senhor Comandante da Patrulha da Noite, decidiu dar a Slynt o comando do abandonado castelo Guardagris.

Ainda sob ideia errada de que a juventude e inexperiência de Jon deu a ele licença para fazer o que quisesse, Slynt se refusou a seguir as ordens de Jon, recusando a segunda vez publicamente. Nesse ponto, Jon, cansado da insubordinação de Slynt e sabendo que ou aprisionando Slynt ou forçando-o a ir causaria somente problemas futuros, ordenou que Slynt deveria ser levado ao topo da Muralha e enforcado, porém Slynt permaneceu arrogante, confiante de que Jon não iria executá-lo. No entanto, de última hora, Jon decide seguir o código moral que Eddard Stark ensinou aos seus filhos, e ordenou a seus homens buscar uma tábua de madeira para que Jon pudesse realizar a decapitação por si só, sobre as leis dos Primeiros Homens e que seu pai seguiram: 'O homem que decreta a sentença deve brandir a espada'. Com a sua madeira na tábua, Slynt implorou por misericórdia e falou que ele obedeceria as ordens de Jon, mas Jon falou para ele que era tarde demais, porém Jon foi misericordioso e matou Slynt rapidamente. Stannis Baratheon, que assistiu a execução, aprovou a conduta de Jon. [5]

Info Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo (spoilers).

Família

 
 
{Janos}
 
Desconhecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Morros
 
Jothos
 
Danos
 
Filha

Na série de televisão

Até a Segunda Temporada, Janos está bem parecido com o do livro, tendo apenas uma mudança mais diferente, onde no seriado de TV, é ele quem mata Barra, uma das filhas bastardas de Robert. Esse ato é realizado no livro por Allar Deem. Slynt também é substituído por Bronn como Comandante da Patrulha da Cidade de Porto Real, no lugar de Jacelyn Bywater, que não existe na série.

Aparições

Aparições na 1ª Temporada de Game of Thrones
Winter Is Coming The Kingsroad Lord Snow The Wolf and the Lion
A Golden Crown Fire and Blood
Aparições na 2ª Temporada de Game of Thrones
What is Dead May Never Die Garden of Bones The Ghost of Harrenhal
The Old Gods and the New A Man Without Honor The Prince of Winterfell Blackwater Valar Morghulis
Aparições na 4ª Temporada de Game of Thrones
The Lion and the Rose First of His Name
The Laws of Gods and Men The Mountain and the Viper
Aparições na 5ª Temporada de Game of Thrones
Sons of the Harpy Kill the Boy
Unbowed, Unbent, Unbroken The Gift Hardhome The Dance of Dragons Mother's Mercy

Notas

Referências