Jaehaerys I Targaryen

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Targaryen.png
Jaehaerys I
Targaryen.png
Jaehaerys I Targaryen Amoka.jpg
Jaehaerys I Targaryen, por Amoka ©
Informações biográficas
Reinado 48 d.C. a 103 d.C.
Nome completo Jaehaerys Targaryen, o Primeiro de Seu Nome
Apelido(s) o Conciliador
o Sábio
o Velho Rei
Outros títulos Rei dos Ândalos, dos Roinares e dos Primeiros Homens
Senhor dos Sete Reinos
Protetor do Território
Nascimento 34 d.C., em Porto Real.
Morte 103 d.C., em Porto Real.
Família
Casa Real Casa Targaryen
Predecessor Maegor I Targaryen
Herdeiro 1º: Aemon Targaryen (? - 92 d.C.)
2º: Baelon Targaryen (92 d.C. - 101 d.C.)
3º: Viserys Targaryen (101 d.C. - 103 d.C.)
Sucessor Viserys I Targaryen
Rainha Alysanne Targaryen
Filhos Aegon Targaryen
Alyssa Targaryen
Aemon Targaryen
Baelon Targaryen
Daella Targaryen
Aeryn Targaryen
Vaegon Targaryen
Maegelle Targaryen
Valerion Targaryen
Viserra Targaryen
Gaemon Targaryen
Saera Targaryen
Gael Targaryen
Pai Aenys I Targaryen
Mãe Alyssa Velaryon

Casa Targaryen de Porto Real.png
Para os artigos que compartilham o mesmo título, por favor veja esta página de desambiguação. Disambig.png

Jaehaerys I Targaryen, conhecido como o Conciliador, o Sábio ou o Velho Rei, foi o quarto rei Targaryen no Trono de Ferro, governando de 48 d.C. a 103 d.C.. Seu dragão foi Vermithor. Ele era neto de Aegon, o Conquistador. Seu longo reinado foi marcado por estabilidade política e prosperidade econômica, muito disso devido as reformas por ele implementadas.

Aparência e personalidade

De acordo com uma fonte semi-canônica, Jaehaerys mostrava uma aparência sábia e digna até mesmo em seus últimos anos, com uma longa barba branca. Sua coroa era uma aliança de ouro simples com sete pedras coloridas diferentes inseridas.

Jaehaerys foi um cavaleiro talentoso, um guerreiro digno e acima de tudo sábio além de seus anos. Ele foi decisivo tanto em pensamento quanto nas suas ações, buscando sempre os fins mais pacíficos.

Biografia

Infância

Jaehaerys era o terceiro filho do rei Aenys I e de Alyssa Velaryon. Durante a insurreição militante da , quando Aenys pensou que Porto Real era demasiado inseguro, ele fugiu para Pedra do Dragão com sua esposa e todos os seus filhos, exceto seus dois filhos mais velhos, Aegon e Rhaena, que estavam nas Terras Ocidentais neste momento.

Pedra do Dragão era guardada por Visenya Targaryen, que aconselhou Aenys trazer "fogo e sangue" para a Fé dos Sete. Aenys, que nunca foi dos mais robustos, ficou gravemente doente. A rainha viúva Visenya assumiu como sua a responsabilidade de cuidar dele e Aenys brevemente melhorou. Aenys, em seguida, sofreu um colapso quando ele soube que seu filho e filha foram sitiados em Crakehall e morreu mais tarde. Após a sua morte, Visenya montou seu dragão e voou para Pentos para trazer de volta seu filho Maegor.

Devido à viagem de Visenya, Maegor tomou o Trono de Ferro antes do irmão mais velho de Jaehaerys, Aegon. Visenya manteve Jaehaerys, sua mãe e sua irmã, Alysanne, reféns em Pedra do Dragão por dois anos, enquanto seu filho lutava contra a Fé Militante. Maegor levou o irmão mais velho de Jaehaerys, Viserys, com ele como escudeiro e refém para garantir o bom comportamento de Alyssa.

Príncipe Aegon lutou contra Maegor I para reclamar o trono de seu pai, mas foi morto por Maegor na Batalha sobre o Olho de Deus.

Em 44 d.C., Visenya faleceu. O caos de sua morte deu a Alyssa uma oportunidade de escapar com Jaehaerys e Alysanne. Ela também aproveitou e levou a espada valiriana Irmã Negra. Eles finalmente encontraram refúgio em Ponta Tempestade. Maegor, como castigo, torturou seu filho príncipe Viserys até a morte, deixando seu corpo mutilado no pátio da Fortaleza Vermelha para apodrecer.

Em 48 d.C., o reino teve o suficiente do governo tirânico de Maegor. Jaehaerys, o último filho vivo do rei Aenys, propõe um nova reivindicação para o Trono de Ferro e foi apoiado por Robar Baratheon, o Senhor de Ponta Tempestade a quem Jaehaerys nomeou Protetor do Reino e Mão do Rei.

Após a morte misteriosa de Maegor no Trono de Ferro, Jaehaerys foi coroado com a idade de quatorze anos e casado com sua irmã Alysanne.

Reinado

Jaehaerys herdou do reinado de seu tio uma guerra com a Fé Militante. Maegor tinha usado métodos brutais para erradicar a rebelião, como a colocação de recompensas sobre as cabeças de todos os membros da Fé Militante, mas a rebelião continuou. Jaehaerys pacificou a revolta com a oferta de anistia para todos os participantes e da dissolução da Fé Militante. A oferta foi aceita e as ordens dissolvidas sob a condição de que o Trono de Ferro sempre defenderia a Fé dos Sete. Este ato valeu-lhe o nome de "Conciliador". Jaehaerys, mais tarde em seu reinado, também tirou o direito da Fé para realizar julgamentos criminais. Isso agradou a muitos, pois haviam frequentemente queixas de septões e septãs sem escrúpulos usufruindo da riqueza e das propriedades de seus vizinhos e daqueles para os quais pregavam.

Jaehaerys governou por 55 anos, tornando-se o mais antigo governante dos reis Targaryen, o que levou a ele também a ser referido como o "Velho Rei". Jaehaerys trouxe para o reino um tempo de grande paz e prosperidade, auxiliado por sua amada esposa-irmã, Boa Rainha Alysanne. Alysanne convenceu-o de abolir o direito do senhor para a Primeira Noite. Alysanne foi o grande amor de Jaehaerys, enquanto seu maior amigo foi Septão Barth. Barth trabalhou na biblioteca da Fortaleza Vermelha devido a sua inteligência aguçada. O joven Jaehaerys, que gostava de ler, se familiarizou com Barth, que entregava livros e registros ao Rei. Jaehaerys eventualmente o requisitou para ser seu Mão do Rei, um serviço que nenhum plebeu nunca tinha realizado antes, nem iria realizar depois. Barth provou ser mais do que capaz e serviu como mão por 40 anos.

Com a ajuda de Barth, Jaehaerys reformou o reino mais do que qualquer rei que viveu antes. Jaehaerys criou um código legal unificado, de modo que desde o Norte até as Marcas de Dorne, o reino iria partilhar uma lei comum. Grandes obras foram implementadas para melhorar Porto Real, tais como esgotos, fossas e poços. Barth acreditava que a água doce e despejo distante de lixo e de resíduos era essencial para a saúde de uma cidade. Uma vasta rede de estradas foi construída e ficou conhecida como a Estrada do Rei, e o rei e a rainha eram conhecidos por ficar na Estalagem do Entroncamento durante suas viagens, tanto que mais tarde foi chamado Duas Coroas.

Tal era a sabedoria e habilidade de Jaehaerys na diplomacia que ele mesmo conseguiu negociar uma trégua e trazer cinquenta anos de paz entre as Casas Bracken e Blackwood, duas casas cuja animosidade durou bem mais de dois mil anos.

Jaehaerys era conhecido por seu amor a viagens e uma vez visitou o Norte com a rainha Alysanne, seis dragões e metade de sua corte. Seu neto Viserys contou a seus próprios netos um conto de Jaehaerys voando para o norte para derrotar uma vasta série de selvagens, gigantes e Wargs na Muralha.

Foi durante o reinado de Jaehaerys que o castelo da Patrulha da Noite, Lago Profundo foi construído, foi pago pelas jóias de sua esposa e construído por homens que Jaehaerys enviou ao Norte.

Jaehaerys e Alysanne tiveram treze filhos, embora apenas nove viveram até a idade adulta. O filho mais velho destes nove foi Aemon e o segundo filho foi Baelon. Depois que Aemon morreu em 92 d.C., Jaehaerys escolheu Baelon como seu herdeiro, ao invés da filha de Aemon, Rhaenys. Com esta decisão, Jaehaerys causou a segunda briga entre o rei e sua esposa, que só seria resolvida por sua filha, septã Maegelle, em 94 d.C..

Depois que seu velho amigo Septão Barth faleceu, Jaehaerys escolheu para sua mão o lendário cavaleiro Sor Ryam Redwyne, o Senhor Comandante da Guarda Real. Sor Ryam, mesmo sendo um grande cavaleiro, mostrou-se inadequado para o serviço de Mão, e logo foi substituído pelo filho e herdeiro do rei, o príncipe Baelon.

Baelon morreu repentinamente em 101 d.C. e Sor Otto Hightower assumiu o cargo de Mão do Rei durante os anos finais de Jaehaerys. A morte de Baelon significou a convocação do Grande Conselho de 101. O Grande Conselho escolheu Viserys I, neto de Jaehaerys e filho de Baelon, como seu novo herdeiro.

Após a morte de ambos, sua amada esposa e seu filho Baelon, o sofrimento de Jaehaerys foi grande. A mente do Velho Rei começou a vagar nos últimos dois anos de seu reinado e seu tempo foi gasto geralmente acamado. Seu novo Mão, Otto Hightower, efetivamente governou o reino enquanto sua filha Alicent cuidava do rei doente, lendo para ele, lavando-o e ajudando a alimentá-lo.

Jaehaerys faleceu em 103 d.C.. Ele tinha 69 anos quando morreu. Seu corpo foi queimado no Fosso dos Dragões e suas cinzas enterradas com a Boa Rainha Alysanne embaixo da Fortaleza Vermelha. Toda Westeros lamentou, até mesmo Dorne.

Legado

Todo o reinado de Jaehaerys é lembrado como o período mais próspero na história da monarquia Targaryen. Seu reinado trouxe paz, estabilidade e justiça para os Sete Reinos. Jaehaerys é, possivelmente, o melhor rei que Westeros já vi e é considerado como tal por muitos historiadores e leigos.

Pequeno Conselho de Jaehaerys I

Durante o reinado do rei Jaehaerys, seu pequeno conselho teve os seguintes membros conhecidos:

Referências nos livros

The Princess and the Queen

Quando Sor Steffon Darklyn da Guarda Real e seus partidários desertaram para os Negros, trouxeram com eles para Pedra do Dragão uma coroa roubada: uma banda de ouro amarelo ornamentado com sete gemas de cores diferentes. Esta foi a coroa o rei Viserys I tinha usado, e seu avô, o Velho Rei Jaehaerys antes dele.

A Tormenta de Espadas

Em Pedra do Dragão, Meistre Pylos menciona a Davos Seaworth que os reis dragões sempre escolheram Mãos de seu próprio sangue, com resultados tão diversos como Baelor Quebralanças e Maegor, o Cruel. Em comparação, a escolha de Jaehaerys I Targaryen de colocar Septão Barth, o filho de um ferreiro nascido do povo, que Jaehaerys arrancou da biblioteca da Fortaleza Vermelha, que deu ao reino quarenta anos de paz e abundância.

O Festim dos Corvos

Na Muralha, Sam recorda que havia dragões há 200 anos atrás, a rainha Alysanne tinha visitado Castelo Negro em seu dragão, e Jaehaerys, seu rei, tinha vindo atrás dela em seu próprio dragão.

Ao falar com Cersei Lannister sobre o rei Tommen rearmar a , o novo Alto Septão pede que ela não jure como Jaehaerys o Concioliador sobre o próprio Trono de Ferro que a coroa iria sempre proteger e defender a Fé. Cersei pensa para si mesma que ela não tem idéia do que Jaehaerys o Conciliador poderia ter jurado.

Em Correrrio, lady Genna Lannister torna conhecido para Jaime como ela se sente sobre a rainha Cersei rearmar a Fé, ela lembra que o rei Jaehaerys concordou em perdoar todos aqueles que iriam deixar de lado suas espadas.

Durante suas viagens nas Terras Fluviais, Septão Meribald diz a Brienne e seus companheiros um pouco da história da Estalagem do Entroncamento. Ele diz-lhes que a pousada foi levantada durante o reinado do primeiro Jaehaerys, e que Jaehaerys e sua rainha dormiam lá durante suas viagens, e por um tempo, a pousada foi conhecido como Duas Coroas em sua honra.

A Dança dos Dragões

Enquanto fala com Theon Greyjoy, Roose Bolton diz que os meistres irão dizer-lhe que o rei Jaehaerys aboliu o direito do senhor para a Primeira Noite para apaziguar sua rainha megera, mas onde os Velhos Deuses governam, permanecem os velhos costumes.


Família

Avós

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Valaena Velaryon
 
Aerion
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Desconhecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Visenya
 
Aegon I
 
 
 
 
 
Rhaenys
 
Orys Baratheon
 
 
 
 
 
Argella Durrandon
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ceryse
Hightower
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aenys I
 
Alyssa Velaryon
 
 
 
 
Casa Baratheon
 
 
 
 
Elinor
Costayne
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Alys Harroway
 
 
Maegor I
 
Rhaena
 
Aegon
 
Viserys
 
Jaehaerys I
 
Alysanne
 
Vaella
 
 
 
 
 
 
 
 
Jeyne
Westerling
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Tyanna
 
 
 
 
 
 
Rhalla
 
Aerea
 
 
 
 
 
 
 
Casa Targaryen
 
 

Filhos

 
 
 
 
 
 
 
 
{Aenys I}
 
{Alyssa
Velaryon}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Rhaena}
 
{Aegon}
 
{Viserys}
 
{Jaehaerys I}
 
{Alysanne}
 
{Vaella}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Aerea}
 
{Rhalla}
 
{Aegon}
 
{Aemon}
 
{Alyssa}
 
{Baelon}
 
 
{Daella}
 
{Aeryn}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Vaegon}
 
{Maegelle}
 
{Valerion}
 
{Viserra}
 
{Gaemon}
 
{Saera}
 
{Gael}

Descendentes

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Rodrik
Arryn
 
Daella
 
 
 
 
 
Baelon
 
Alyssa
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aemma Arryn
 
 
 
 
 
Viserys I
 
 
 
 
 
Alicent Hightower
 
Daemon*
 
Aegon
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
filho
desconhecido
 
Baelon
 
Rhaenyra
 
Daemon*
 
Aegon II
 
Helaena
 
Aemond
 
Daeron
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aegon III
 
Viserys II
 
Visenya
 
Jaehaerys
 
Jaehaera
 
Maelor
 


Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Jaehaerys I Targaryen. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.