Elia Martell

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Martell.png
Elia Martell
Targaryen.png
Elia Martell Elia Fernández.jpg
Elia, por Elia Fernández ©
Apelido(s) Elia de Dorne
Título Princesa
Lealdade Casa Martell
Casa Targaryen
Raça Roinares
Cultura Dornesa
Esposa(o) Rhaegar Targaryen
Nascimento Em 257 d.C.
Morte Em 283 d.C., em Porto Real
Mencionada
Mencionada
Mencionada
Mencionada
Mencionada

Elia Martell foi uma princesa de Dorne. Ela se casou com o príncipe herdeiro, Rhaegar Targaryen, e com ele teve dois filhos Rhaenys e Aegon. Elia foi assassinada por Sor Gregor Clegane durante o Saque de Porto Real.

Aparência e personalidade

Elia Martell era uma moça boa e graciosa, mas frágil devido ao seu delicado estado de saúde. Ela tinha um humor muito afiado.

História

Primeiros anos

Elia Martell foi a quarta criança e primeira filha da Princesa governante de Dorne. O nome de sua mãe e pai não são indicados nos livros. Durante sua juventude, ela estava sempre perto de seu irmão mais novo Oberyn Martell.

Quando jovens, sua mãe levou-os por uma viagem à diversos nobres tentando encontrar pretendentes para os dois. Principalmente devido ao comportamento de seu irmão Oberyn, Elia rejeitou todos eles. Sua mãe, que tinha uma boa amizade com a Senhora Joanna Lannister, levou Oberyn e Elia para Rochedo Casterly com a ideia de casar um deles ou ambos com as crianças gêmeas da Senhora Joanna, Cersei e Jaime Lannister. Infelizmente, durante a viagem dos Martell para Rochedo Casterly, Joanna morreu ao dar à luz Tyrion Lannister e, quando chegaram, Tywin foi contra a proposta. Ele lhes disse Cersei casaria com Rhaegar Targaryen.

Casamento

A mãe de Elia foi capaz de organizar seu casamento com o príncipe herdeiro Rhaegar Targaryen. Rhaegar e Elia tiveram dois filhos, Rhaenys e Aegon. O casamento, embora tendo pouco romantismo entre o casal, parecia feliz, apesar da saúde Elia, que sempre foi problemática e manteve-se frágil. Barristan Selmy afirmou que Rhaegar gostava muito de Elia.

Jon Connington uma vez afirmou que Elia ficou acamada por um ano após dar à luz Rhaenys e quase morreu dando à luz a Aegon. Depois disso os meistres disseram a Rhaegar que ela seria incapaz de ter mais filhos.

Morte

No Torneio em Harrenhal, o marido de Elia conheceu Lyanna Stark e se apaixonou por ela. Ele venceu o torneio e a coroou Rainha do Amor e da Beleza, passando por cima de sua esposa. A reação de Elia ao evento permanece desconhecida. Um ano mais tarde, Rhaegar raptou ou fugiu com Lyanna, e este evento provocou a Rebelião de Robert.

Durante a guerra, Rhaegar foi morto por Robert Baratheon na Batalha do Tridente. Aerys II, o rei louco, devido à sua paranóia, acreditava que o Príncipe Lewyn Martell devia ter traído Rhaegar no Tridente e decidiu manter Elia e seus dois filhos em Porto Real como reféns contra a possível traição Dornesa.

Quando a Casa Lannister, perto do fim da guerra, invadiu e saqueou Porto Real, foi perpetrado o massacre na Fortaleza Vermelha. A filha de Elia, Rhaenys, foi violentamente morta por Sor Amory Lorch, enquanto seu outro filho, Aegon, foi brutalmente assassinado por Gregor Clegane. Sor Gregor então estuprou Elia e a matou esmagando sua cabeça. Ambos, Lorch e Clegane, estavam seguindo ordens de Lorde Tywin Lannister, senhor de Rochedo Casterly.

Tywin disse mais tarde que ele havia instruído seus capitães a matar as crianças para assegurar o trono para Robert Baratheon, mas tinha esquecido de Elia e não deu ordens para executa-la. Oberyn Martell, no entanto, acredita que Tywin Lannister matou Elia e as crianças por causa da recusa de Aerys II no casamento de seu filho e herdeiro, Rhaegar, a sua filha Cersei.

O corpo de Elia, juntamente com a dos dois filhos, foram envoltos em mantos vermelhos Lannister e então apresentados a Robert Baratheon como um símbolo de fidelidade de Twyn. Enquanto Eddard Stark ficou horrorizado, Robert foi frio e indiferente para os corpos das crianças jovens e de sua mãe.

Resultados do assassinato

Os Martell ficaram furiosos com o assassinato de Elia e seus filhos. Oberyn queria continuar a guerra e defender a causa do Príncipe Viserys, o último pretendente da Casa Targaryen, mas Doran Martell, que tinha sucedido a sua mãe como governante de Dorne, sabia que não eram fortes o suficiente para derrotar os Baratheons e decidiu fazer as pazes. Em O Festim dos Corvos, verifica-se que Doran conspirou secretamente para restaurar os Targaryen e vingar-se de Tywin Lannister, a quem ele e seu irmão responsabilizam pelos assassinatos.

Mais tarde, Oberyn viu uma oportunidade de vingança: quando Tyrion Lannister estava em julgamento pelo assassinato de Rei Joffrey e seu adversário em um julgamento por combate seria Gregor Clegane, Oberyn defendeu Tyrion. Ele extraiu uma confissão do Montanha e depois o feriu mortalmente, mas Sor Gregor aproveitou que Oberyn baixou a guarda e o matou.

Família

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Princesa de Dorne
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Lewyn
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Doran
 
Mellario de Norvos
 
{Mors}
 
{Rhaegar Targaryen}
 
{Elia}
 
{Olyvar}
 
Várias mulheres
 
{Oberyn}
 
Ellaria Sand
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ArianneQuentynTrystane
 
{Rhaenys Targaryen}Aegon Targaryen
 
Obara SandNymeria SandTyene SandSarella Sand
 
Elia SandObella SandDorea SandLoreza Sand
 



Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Elia Martell. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.