Dorne

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa físico-político de Dorne por Jonathan Roberts Dorne.png
Localização de Dorne em Westeros

Dorne é uma grande península, correspondente a parte meridional de Westeros, e é uma das regiões que constituem os Sete Reinos. Sua capital é Lançassolar, e os Lordes da Casa Martell, que controlam a região, ainda se denominam Príncipe e Princesa, no estilo Roinar.

Tabela de conteúdo

Geografia

Dorne é a região mais quente de Westeros. A região é pedregosa, montanhosa, árida e seca, e contém o único deserto do continente. Seus rios fornecem algumas terras férteis e mesmo durante um longo verão, há um pouco de chuva e outros suprimentos que mantém Dorne habitável. A água no interior da região é tão valiosa quanto ouro, e os poços são fortemente guardados.

Suas fronteiras são o Mar de Dorne ao norte, as ilhas conhecidas como Degraus a leste e o Mar de Verão ao sul. Espremido entre eles se encontra a cadeia de montanhas conhecidas como Montanhas Vermelhas, que separa Dorne do restante dos Sete Reinos por terra.

Existem duas passagens principais pelas Montanhas Vermelhas, ligando Dorne à Campina e às Terras da Tempestade. O Passo do Príncipe, ligando Alcanceleste em Dorne até Nocticantiga nas Terras da Tempestade; e o Caminho do Espinhaço, ligando Paloferro até as ruínas de Solarestival.

Lugares importantes

Povo

Dorne é o menos populoso dos Sete Reinos. Os dorneses são diferentes cultural e etnicamente dos outros habitantes de Westeros devido à imigração em massa dos Roinares, além de seu relativo isolamento. Eles possuem diversos costumes roinares devido à sua origem Ândala. Os dorneses também possuem uma reputação de serem sangue-quente e sexualmente liberais, e são visto com certa desconfiança e rivalidade pelos habitantes da Marca de Dorne. Os bastardos dorneses recebem o sobrenome Sand (areia).

Teoricamente, Dorne pode levantar um exército de até 50 mil homens, se necessário. Contudo, os números das forças dornesas podem ter sido exagerados por Daeron I Targaryen para fazer a conquista de Dorne parecer mais impressionante do que realmente foi.

Economia

Dorne fornece diversos produtos exóticos incomuns para o restante dos Sete Reinos, em particular, frutas cítricas e os próprios vinhos especiais de Dorne, assim como limões, azeitonas e romãs. Muitas destas plantas são cultivadas com a ajuda de canais de irrigação, que carregam água de rios e córregos. Dorne também é famoso por uma magra, porém rápida, raça de cavalos, criada apenas lá, que pode correr por quase dois dias sem se cansar.

Navios das Cidades Livres, como Volantis, comerciam no porto da Cidade das Pranchas, localizada na foz do rio Sangueverde, permitindo o transporte de produtos através da terra. Caravanas pegam suprimentos em Lançassolar antes de cruzar as profundas areias a caminho do Passo do Príncipe.

História

O trono de Dorne - por Marc Simonetti©

Os Primeiros Homens se fixaram em Westeros após atravessar a grande ponte de terra que cruzava o Mar Estreito, chamada de Braço de Dorne. Durante a grande guerra com os Primeiros Homens, as Crianças da Floresta quebraram o Braço numa tentativa, em vão, de impedi-los de atravessar. Desde então, a região é conhecida como Braço Quebrado de Dorne.

Mil anos atrás, Dorne era um conjunto de estados Ândalos e outros pequenos reinos, com nenhum líder forte o bastante para tomar controle de toda a região. Os Roinares de Essos foram forçados a partir do Roine e, liderados por sua lendária rainha-guerreira Nymeria, embarcaram em uma frota de 10 mil navios e chegaram em Dorne. Nymeria aliou-se ao Lorde Mors Martell de Lançassolar, e com seu apoio conquistou a península inteira, unindo-a sob o nome de Reino de Dorne, sendo governada pela Casa Martell. Foi graças aos roinares que os Martell puderam vencer a grande Casa rival, os Yronwood. Os roinares trouxeram consigo seus deuses, mas estes em grande parte desapareceram em favor da Fé dos Sete. Não obstante, muitos costumes roinares, incluindo hereditariedade independente do gênero, foram absorvidos na sociedade dornesa.

Dorne conta com uma história violenta, especialmente em relação às casas das montanhas, que viviam de cruzar as fronteiras através das Marcas para atacar, e lutando continuamente entre si. Dorne e a Campina travaram inúmeras guerras para fixar fronteiras e, mesmo em tempo de paz, conduziam ataques através das montanhas, o que originou uma imensa rivalidade.

Sete séculos após a invasão dos Ândalos, Aegon, o Conquistador invadiu Westeros e iniciou sua conquista, subjugando todos os Reis Ândalos, um por um, exceto Dorne, que resistiu a Aegon. Enquanto outros Reis e Lordes tomavam os campos de batalha contra Aegon, ou se escondiam em seus castelos, os dorneses se recusaram a entrar em combate com Aegon, fazendo com que ele soltasse seus dragões. Os dorneses realizaram emboscadas e pequenos ataques (a Primeira Guerra Dornesa), atacando rápido e se escondendo no deserto ou nos Passos através das montanhas, onde nem mesmo os dragões conseguiam encontrá-los, numa espécie de guerrilha. Dessa forma, Aegon desistiu de tentar conquistar Dorne.

Um século e meio depois, o Rei Daeron I, o Jovem Dragão, conseguiu fazer o que seu ancestral não havia conseguido, e conquistou Dorne. Daeron escolheu um dos Tyrell para governar Dorne o que, quase que imediatamente, fez com que os dorneses se levantassem em rebelião. Como resultado do conflito, quarenta mil soldados, e o próprio Rei, morreram, forçando os Targaryen a recuar. O irmão e sucessor de Daeron, Baelor, o Abençoado, celebrou a paz com Dorne, casando seu primo, Daeron II, com Myriah Martell. Quando este príncipe reinou como Daeron, o Bom, ele fez outra aliança, casando sua irmã mais nova Daenerys com o Príncipe reinante de Dorne, Maron Martell, finalmente juntando Dorne ao restante dos Sete Reinos. Antes de oficialmente se juntarem ao reino, os dorneses lutaram ao lado das forças de Daeron II, liderado por seu filho meio-dornês Baelor Targaryen, ajudando a suprimir a Rebelião Blackfyre.

Durante a Guerra do Usurpador, apoiaram a causa Targaryen, principalmente devido ao fato de Elia Martell, filha da Senhora de Lançassolar, estar casada com o herdeiro do Trono de Ferro, o príncipe Rhaegar Targaryen. Quando Robert Baratheon assumiu o trono e foi proclamado o novo Senhor dos Sete Reinos, havia aqueles em Dorne que queriam se levantar em revolta. Contudo, Doran Martell, o novo príncipe, decidiu pela paz e jurou fidelidade a nova casa real.

Quase duas décadas mais tarde, durante a Guerra dos Cinco Reis, Dorne permaneceu leal ao jovem rei Joffrey Baratheon, embora não tenha comprometido tropas e ter, na prática, se mantido neutra.



Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Dorne. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas