Doran Martell

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Martell.png
Doran Nymeros Martell
Martell.png
Mathia Arkoniel DoranM.jpg
Doran Martell, por Mathia Arkoniel ©
Título Príncipe de Dorne
Lealdade Casa Martell
Raça Roinares
Cultura Dornesa
Esposa(o) Mellario de Norvos
Nascimento Em 248 d.C., em Lançassolar
Mencionado
Mencionado
Mencionado
Aparece
Aparece
Outros

GoT Logo.jpg
Interpretado(a) por Alexander Siddig
Aparições 5ª Temporada | 6º Temporada

Doran Nymeros Martell é o Príncipe de Dorne e Senhor de Lançassolar. É um cauteloso e pensativo homem, que nunca age de acordo com suas emoções. Sofre de gota e tem problemas para andar. Se esforçou para permanecer neutro durante a Guerra dos Cinco Reis, mas sempre mostrou desejo de vingar a morte de sua irmã Elia Martell. Precisa do auxílio de uma cadeira de rodas para se locomover, por isso raramente é visto em público, para não aparentar fraco perante seus inimigos.

História

Doran nasceu em 248 d.C.. Não são mencionados nos livros o nome de seu pai ou mãe. É o primeiro filho e herdeiro de sua mãe, que governava Dorne antes dele.

Seus irmãos eram:

Por causa das prematuras mortes de Mors e Olyvar, Doran foi criado sozinho - o que talvez estimulou sua tendência de não expressar seus pensamentos ou sentimentos. Foi escudeiro em Costa do Sal.

Conheceu sua esposa Mellario de Norvos enquanto viajava pelas Cidades Livres. Apaixonaram-se e casaram-se. Embora Mellario fosse suficientemente nobre para que se tornasse sua esposa, casamentos nos Sete Reinos são por razões políticas, e uma união de amor é muito incomum. O casal teve três filhos, Arianne, Quentyn e Trystane.

Apesar de terem casado por amor, o casamento não é muito feliz. Mellario de Norvos não conseguiu se acostumar aos costumes Dorneses. Logo após o nascimento de Trystane, Quentyn foi enviado para ser criado como protegido e escudeiro do Lorde Anders Yronwood. Isto foi arranjado como forma de fazer as pazes com os Yronwood, após o Lorde anterior, Ormond Yronwood ter morrido por ferimentos causados num duelo contra Oberyn. Mellario não aprovou tal decisão, e voltou para Norvos.

Aos cinquenta anos, Doran se tornou gravemente afligido pela gota, quase sem conseguir andar e confinado a uma cadeira de rodas. Ele passa grande parte do tempo nos Jardins de Água, a residência de verão dos Martell, observando crianças brincarem. Ele evita os plebeus e apenas encontra seus nobres e conselheiros em que mais confia para esconder sua fraqueza de seus inimigos.

A mãe de Doran morreu durante ou logo após a Rebelião de Robert, e Doran foi seu sucessor. Os Martell tinham laços com os Targaryen e os apoiaram na guerra.

Devido ao assassinato de Elia, Oberyn queria que Dorne se aliasse a Viserys Targaryen, o herdeiro sobrevivente após o Saque de Porto Real, mas Doran decidiu diferente. Em negociações com Jon Arryn, o assunto foi deixado de lado, apesar de muitas pessoas suspeitarem (corretamente) que a Casa Martell, incluindo Doran, ainda alimentava grande ódio pela Casa Lannister.

Doran e seu irmão Oberyn trabalharam em segredo por anos planejando um meio de pôr um fim ao reinado de Robert Baratheon e destruir a Casa Lannister. Oberyn viajou a Bravos onde Viserys e Daenerys Targaryen eram criados por Willem Darry, e assinaram um pacto, ao qual o Senhor do Mar de Bravos foi testemunha, prometendo a Viserys a mão em casamento de Arianne, em troca do apoio de Dorne em reivindicar o Trono de Ferro de volta à Casa Targaryen no futuro.

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Fúria dos Reis

Doran inicialmente recusou-se a jurar fidelidade a Joffrey e considerou apoiar Renly. Entretanto, Tyrion conseguiu assegurar a aliança enviando-o Myrcella, prometendo-a em casamento a seu filho Trystane, oferecendo justiça pelo assassinato de Elia, e dando-lhe um assento no pequeno conselho do Rei. Assim que Myrcella estivesse segura em Dorne, Doran enviaria seus exércitos para o norte, pelas montanhas, ameaçando os Senhores da Marca de Dorne.

A Tormenta de Espadas

Não sendo capaz de realizar a viagem até Porto Real, enviou seu irmão Oberyn para reivindicar tanto o assento no pequeno conselho quanto justiça por Elia.

O Festim dos Corvos

Com a morte de Oberyn em Porto Real, Doran recusou todas as sugestões de ir a guerra em busca de vingança. Ele retornou a Lançassolar para mostrar ao povo que ainda mantinha seu poder. Mandou prender as filhas bastardas de Oberyn, as Serpentes da Areia, para manter a paz na cidade. Após o fracasso na tentaiva de sua filha Arianne em coroar Myrcella, Doran revela que ele estava trabalhando secretamente por quinze anos para roubar de Lorde Tywin tudo o que lhe era caro, e que planejava aliar a Casa Martell a Daenerys Targaryen.

A Dança com Dragões

Quando Sor Balon Swann chega em Lançassolar, um banquete é oferecido em sua honra. Sua filha Arianne, agora ciente dos planos de seu pai, senta a sua direita. As filhas bastadas de Oberyn, Obara, Tyene e Nymeria, também estão presentes, assim como Ellaria Sand, Areo Hotah e metade da nobreza de Dorne. Doran é presenteado com o suposto crânio de Gregor Clegane.

Sor Balon afirma que Cersei Lannister gostaria de trazer Myrcella de volta a Porto Real para uma visita a seu irmão, Rei Tommen I. Príncipe Doran, ou seu substituto, é convidado para preencher o assento vago de Dorne no pequeno conselho; Príncipe Trystane também é convidado a conhecer a cidade. Doran afirma que viagem pelo mar seria mais fácil e rápido, o que enerva Sor Balon, que afirma que uma viagem pelo mar seria muito perigosa. Doran diz que ele provavelmente está certo.

Numa sala privada, Doran revela a sua Arianne, assim como a Obara, Tyene, Nymeria e Areo Hotah, que durante a viagem até Porto Real, a comitiva sofreria uma emboscada de bandidos bradando "Meio-Homem", e que durante o ataque Trystane seria morto, e Sor Balon falsamente afirmaria que avistou Tyrion Lannister. Este plano teria sido orquestrado pela Rainha Cersei. A notíca choca os presentes, e Príncipe Doran afirma que foi informado deste plano por um "amigo" de Porto Real (possivelmente Varys), e que ele mesmo estaria duvidoso, até que Sor Balon confirmou suas suspeitas ao tentar persuadi-lo a evitar viagem pelo mar - o que atrapalharia os planos de Cersei.

Para impedir que este esquema se realizasse, Doran apresenta Sor Balon a Myrcella e ele descobre sobre os ferimentos causados por Gerold Dayne. Myrcella mente (sob orientação de Arianne) e diz que Sor Gerold também matou Arys Oakheart. Myrcella então, (ainda sob orientação de Arianne), implora a Sor Balon trazer Sor Gerold à justiça. Doran envia Obara para acompanhar Sor Balon até Alto Ermitério, e ele está no momento caçando a Estrela Negra. Doran, então, envia Nymeria para Porto Real para ocupar o assento vago no pequeno conselho, e Tyene ao Grande Septo de Baelor para conhecer o novo Alto Septão.

Durante todo este tempo, Doran aguarda notícias de seu filho Quentyn; ele ouviu que uma frota de navios está a caminho de Westeros e prepara os exércitos de Dorne para a hora de atacar.

Citações

Eu tenho trabalhado em prol da queda de Tywin Lannister desde o dia em que me disseram de Elia e seus filhos.

Família

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Princesa de Dorne
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Lewyn
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Doran
 
Mellario de Norvos
 
{Mors}
 
{Rhaegar Targaryen}
 
{Elia}
 
{Olyvar}
 
Várias mulheres
 
{Oberyn}
 
Ellaria Sand
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ArianneQuentynTrystane
 
{Rhaenys Targaryen}Aegon Targaryen
 
Obara SandNymeria SandTyene SandSarella Sand
 
Elia SandObella SandDorea SandLoreza Sand
 



Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Doran Martell. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.