Cerco de Ponta Tempestade

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Cerco de Ponta Tempestade
Conflito Rebelião de Robert
Data 282 d.C. a 283 d.C.
Local Ponta Tempestade
Resultado Vitória da Casa Baratheon
Beligerantes
Casa Baratheon
Casa Stark (somente no final do cerco)
Casa Tyrell
Comandantes
Stannis Baratheon
Eddard Stark
Lorde Mace Tyrell
Lorde Paxter Redwyne
Forças
desconhecidas desconhecidas
Baixas
desconhecidas desconhecidas

O Cerco de Ponta Tempestade ocorreu no fim da Rebelião de Robert. O Lorde Mace Tyrell e grande parte de suas forças da Campina cercaram Ponta Tempestade por quase 1 ano. O cerco foi levantado apenas quando o Lorde Eddard Stark chegou no local após o Saque de Porto Real e a Batalha do Tridente, momento que a vitória rebelde já era inevitável.

Prelúdio

O Lorde Robert Baratheon tomou a maioria das forças das Terras da Tempestade com ele, e deixou seu irmão Stannis com poucos homens para manter Ponta Tempestade. Após a derrota de Robert pelas forças da Campina em Vaufreixo, afastando o líder rebelde de sua base de poder, a tropa Tyrell avançou diretamente até Ponta Tempestade, e cercou o castelo.

O Cerco

O Lorde Mace Tyrell dirigiu-se a Ponta Tempestade com a tropa da Campina, enquanto o Lorde Paxter Redwyne tomou a frota da Árvore e fechou toda a Baía dos Naufrágios, isolando o castelo. O cerco continuou por quase 1 ano, com os habitantes do castelo tendo que comer cavalos, cachorros e gatos, e quase foram forçados a comer os próprios mortos.

Houve ao menos uma quebra de disciplina, quando o mestre-de-armas da fortaleza, Sor Gawen Wylde tentou fugir por uma poterna e render-se. Foi capturado e colocado numa cela, onde morreu durante o cerco.

Felizmente, Davos Seaworth, um notável contrabandista, conseguiu esgueirar-se pelas linhas da frota Redwyne e entrar em Ponta Tempestade com um navio carregado de cebolas e peixe salgado para a faminta guarnição. A comida permitiu aos habitantes do castelo sobreviverem por tempo suficiente até a chegada de Ned Stark, que pôs fim ao cerco. Acabou por não haver batalha, já que os rebeldes já tinham sido vitoriosos no Tridente, e Mace Tyrell rendeu-se logo na chegada dos reforços rebeldes na sua retaguarda.

Stannis conseguiu manter o castelo, ajudando a rebelião, já que a tropa Tyrell não juntou-se a Rhaegar Targaryen, o que lotaria as fileiras do exército real na Batalha do Tridente.

Consequências

Com a chegada dos reforços rebeldes, liderados por Eddard Stark, Mace Tyrell abaixou suas bandeiras, e a frota Redwyne foi redirecionada à Pedra do Dragão. A maioria dos Lordes e cavaleiros da Campina foram perdoados por Robert por sua participação na guerra.

Davos tornou-se cavaleiro por sua ajuda à Ponta Tempestade, mas não antes de ter a ponta de deus dedos cortados por Stannis, como punição por seus anos de contrabandista.


Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Siege of Storm's End. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.