Casa Bracken

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Casa Bracken de Barreira de Pedra
Bracken de Barreira de Pedra.png
Brasão Um garanhão vermelho em cima de um escudo de ouro no marrom.
Sede Barreira de Pedra
Lorde Atual Jonos Bracken
Região Terras Fluviais
Suserano Casa Tully (originalmente)
Casa Baelish de Harrenhal (atualmente)

A Casa Bracken de Barreira de Pedra é uma casa antiga situada nas Terras Fluviais, com o sangue dos Primeiros Homens em suas veias. Eles são juramentados à Casa Tully. O brasão de sua casa é um garanhão vermelho em cima de um escudo de ouro no marrom.

Eles têm uma velha rixa contra a Casa Blackwood, vindo da Era dos Heróis, quando ambas as casas governavam como reis.

As terras Bracken estão situadas ao longo do Ramo Vermelho.

História

A Casa Bracken, descendentes dos Primeiros Homens, eram reis insignificantes durante a Era dos Heróis, até a chegada dos Ândalos. Os Brackens afirmam que os Blackwoods eram seus vassalos no passado, mas os traíram e usurparam sua coroa. A rixa continuou e se intensificou ainda mais quando quando a Casa Bracken aderiu à Fé dos Sete (os Blackwoods ainda mantém os Deuses Antigos). Ao longo dos séculos, as duas casas se combateram, se aliaram contra inimigos em comum e trocaram insultos. É dito que o rei Benedict I Justman era um bastardo nascido da união de um integrante da Casa Blackwood e outro da Casa Bracken.[1][2]

Quando o rei Harwyn Hoare e os homens de ferro invadiram as Terras Fluviais, os Brackens se aliaram a ele, enquanto os Blackwoods, liderados pela Senhora Agnes, resistiram ao invasor. O então lorde de Barreira de Pedra, Lothar Bracken, esperava que ele fosse coroado o novo Rei do Tridente após a derrota dos Durrandon na Batalha de Feirajusta. Contudo, Harwyn coroou a própria cabeça e anexou as Terras Fluviais aos seus domínios. Lothar se levantou em revolta mas seu castelo foi cercado e ele acabou morrendo de fome.[2][3]

Quando Aegon I Targaryen veio a Westeros e iniciou sua conquista dos Sete Reinos, os Brackens e boa parte dos nobres das Terras Fluviais apoiaram os Targaryens contra os reis Hoare. Após a morte de Harren, o Negro e a queima de Harrenhal, Aegon I deu o domínio das Terras Fluviais a Casa Tully de Correrrio, com os Brackens tendo que jurar fidelidade a eles e ao Trono de Ferro.[3]

Um Bracken travou um duelo contra um Blackwood pela mão de Rhaenyra Targaryen em 112 d.C., mas a princesa eventualmente se casou com Sor Laenor Velaryon.[4]

Durante a Dança dos Dragões, os Brackens declararam apoio ao rei Aegon II Targaryen e aos Verdes. O príncipe Daemon Targaryen e os Blackwoods, apoiadores da facção conhecida como os Negros, derrotaram os Brackens na batalha do Moinho Ardente e tomaram Barreira de Pedra.[5][6]

Um Lorde Bracken serviu como Mão do Rei de Aegon IV Targaryen. Sua filha, Barba Bracken, se tornou a quinta amante do rei Aegon IV e deu a ele um filho bastardo, Aegor Rivers, conhecido como Açoamargo. De acordo com Sor Eustace Osgrey, Lorde Bracken deveria embarcar com seus homens em navios para apoiar Daemon Blackfyre e Açoamargo durante a Primeira Rebelião Blackfyre, mas ele foi atrasado por tempestades.[7]

Sor Otho Bracken matou Quentyn Blackwood em um torneio em Porto Real em 206 d.C., revigorando a rixa entre as duas casas. Três anos depois, Otho e alguns Blackwoods participaram do torneio de Vaufreixo.[8] Sor Steffon Fossoway considerou convencer Otho ou os Blackwoods a lutar contra Sor Duncan o Alto em seu julgamento de Sete, mas desistiu, percebendo que essas duas casas nunca lutariam do mesmo lado.[8] Quando o lorde Bracken faleceu, o Septão Sefton explicou que Otho seria seu herdeiro e os Blackwoods afirmaram que não aceitariam isso e o resultado seria guerra. mas o filho mais velho de Lorde Bracken faleceu devido a Grande Praga da Primavera e a situação acabou desescalando.[7]

O lorde Hoster Tully tentou casar seu irmão, Sor Brynden Tully com uma filha do Lorde Bracken.[9] Já a filha de Elys Waynwood deveria se casar com um Bracken mas ela foi sequestrada por bandidos e nunca mais se ouviu falar dela.[10]

Eventos Recentes

A Guerra dos Tronos

Três soldados juramentados a Casa Bracken, Kurleket, Lharys e Mohor, assistem a Senhora Catelyn Tully em prender Tyrion Lannister na estalagem do Entroncamento.[11] Os três homens morreram emboscados por homens dos clãs das montanhas enquanto atravessavam o Vale de Arryn.[12]

No começo da Guerra dos Cinco Reis, lorde Tywin Lannister ordenou que Sor Gregor Clegane atacasse os Brackens, queimando seus campos, matando seus plebeus e destruindo a fortaleza de Barreira de Pedra. Lorde Jonos Bracken recebeu uma exigência de lealdade do rei Joffrey I Baratheon para que ele dobrasse o joelho ou seria declarado um traidor.[13]

Jonos foi para Correrrio após os Lannisters terem sido derrotados pelos Starks e pelos Tullys na Batalha dos Acampamentos. Em um conselho de guerra em Correrrio, Jonos sugeriu que os nobres presentes na reunião declarassem apoio a Renly Baratheon, talvez apenas para discordar de Tytos Blackwood que pretendia marchar sobre Harrenhal. Após Jon Umber falar, Jonos se junta aos outros senhores e proclama Robb Stark como o Rei do Norte e do Tridente.[14]

A Fúria dos Reis

Lorde Jonos reconquista Barreira de Pedra dos Lannisters, mas foi ferido na batalha, enquanto seu sobrinho, Hendry, faleceu.[15]

A Tormenta de Espadas

Lorde Quenten Banefort é um cativo da Casa Bracken.[16] Harry Rivers, bastardo do Lorde Bracken, é morto pelos Lannisters.[17] Brienne de Tarth, Cleos Frey e Jaime Lannister encontra o corpo de civis de uma taverna enforcados por associação com soldados.[18] Lorde Jonos está entre os sete nobres que empurram o barco funerário de Hoster Tully pelo rio.[19]

Após a morte do rei Robb Stark no Casamento Vermelho, Jonos dobra o joelho para o Trono de Ferro dos Baratheons de Porto Real e recebe um perdão real.[20] Os Brackens então lutam contra a Casa Blackwood, que permanecia leal a causa da Casa Stark.[21]

O Festim dos Corvos

Soldados mortos que portavam as cores da Casa Bracken são encontrados na costa da Ilha Quieta. De acordo com o Irmão mais Velho, eles foram enterrados lado a lado com seus rivais, os Blackwoods.[22]

Soldados Brackens cercaram o castelo de Solar de Corvarbor, a sede da Casa Blackwood.[23]

A Dança dos Dragões

Lorde Tytos Blackwood se recusa a se render a Jonos Bracken, forçando Sor Jaime Lannister a partir para encerrar o Cerco de Corvarbor. Lorde Jonos deseja anexar várias terras dos Blackwoods. Contudo, Tytos só concorda em ceder alguns acres. Jaime ordena que Jonos lhe entregue uma de suas filhas para ser refém e companheira da rainha-regente, Cersei Lannister, em Porto Real.[1]

Também é revelado que pelo menos uma dúzia de juramentados a Casa Bracken foram mortos no Casamento Vermelho.[1]

Casa Bracken ao fim do terceiro século

Os Brackens conhecidos e apresentados nos livros das As Crônicas de Gelo e Fogo são:

Também são citados:

  • {Harry Rivers}, o Bastardo de Bracken, que é reconhecido como filho de Lorde Jonos.
  • Uma filha de Lorde Bracken. Uma das possíveis pretendentes para Brynden Tully em sua juventude. Possivelmente irmã de Lorde Jonos.[14]

Genealogia

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Desconhecida
 
Jonos
 
 
 
Lady Bracken
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Desconhecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Harry Rivers
 
Barbara
 
Jayne
 
Catelyn
 
Bess
 
Alysanne
 
Hendry
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


Referências



Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em House Bracken. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.