Batalha do Campo do Capim Vermelho

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha do
Campo do Capim Vermelho
Redgrass Field.png
Daemon I Blackfyre lidera seus homens durante a rebelião.
Conflito Rebelião Blackfyre
Data 196 d.C. [1]
Local Campo do Campim Vermelho, nas Terras da Coroa
Resultado Vitória Targaryen
Beligerantes
Forças reais (apoiadores do Rei Daeron II Targaryen) Forças rebeldes (apoiadores de Daemon Blackfyre)
Comandantes
Baelor Targaryen
Maekar I Targaryen
Brynden Rivers
Daemon Blackfyre
Aegor Rivers
Forças
Desconhecidas Desconhecidas
Baixas
Pesadas

Hayford
Wyl Waynwood
o Cavaleiro das Nove Estrelas
Roger de Centarbor
Pesadas

Daemon Blackfyre
Aemon Blackfyre
Aegon Blackfyre
Sor Edwyn Osgrey
Sor Harrold Osgrey
Addam Osgrey

A Batalha do Campo do Capim Vermelho foi a maior batalha da Rebelião Blackfyre, encerrando-a e confirmando o reinado de Daeron II Targaryen sobre os Sete Reinos.

Introdução

Quando Daemon Blackfyre, filho bastardo de Daena Targaryen, recebeu o título de cavaleiro aos 12 anos, ele foi reconhecido pelo Rei Aegon IV Targaryen como bastardo, e recebeu a espada de aço valiriano Blackfyre, espada dos Reis Targaryen. Em seu leito de morte, o Rei legitimou seus bastardos, colocando-os na linha de sucessão ao Trono de Ferro. Por anos Daemon, que havia assumido nome Blackfyre por causa da espada que recebera, acreditou que ele deveria ser rei no lugar de seu meio-irmão Daeron II, cuja paternidade era questionada. Daemon acabou declarando-se o legítimo rei, e começou a organizar um exército. O reino dividiu-se entre o 'dragão vermelho' e o 'dragão negro'. O Lorde Ambrose Butterwell, Mão do Rei Daeron II, não estava atuando para acalmar os ânimos, com alguns até questionando se ele não estaria envolvido no levante rebelde; foi substituído pelo Lorde Hayford, um notável leal, poucos dias antes da batalha.

Batalha

Os dois exércitos colidiram num campo sem nome. Daemon estava imbatível naquele dia, destruindo a vanguarda do Lorde Arryn, matando Wyl Waynwood e o Cavaleiro das Nove Estrelas antes de encontrar Sor Gwayne Corbray da Guarda Real; ocorreu um grande combate entre duas espadas de aço valiriano - Blackfyre e Senhora Desespero; Daemon levou a melhor, ferindo gravemente e cegando seu oponente. Daemon fez uma pausa, para garantir que Sor Gwayne não sofresse mais ferimentos, e ordenou Presa Vermelha carregá-lo até os meistres na retaguarda.

Neste momento, Corvo de Sangue e sua companhia, os Dentes do Corvo, colocados sobre o Weeping Ridge, assegurando uma posição mais alta, cobriram a posição de Daemon com flechas. Corvo de Sangue avistou a bandeira de Daemon e matou o mais velho de seus filhos gêmeos, Aegon, sabendo que ele nunca deixaria seu filho morto no campo, e então perfurou Daemon com sete flechas, matando-o. O gêmeo mais novo, Aemon, tomou a espada Blackfyre quando seu pai caiu, e Corvo de Sangue também o matou.

Com seus líderes caídos, os rebeldes quebraram, até que Açoamargo, que havia comandado o flanco no começo da batalha, conseguiu transformar a fuga num ataque ao inimigo, e pessoalmente travou um grande confronto contra Corvo de Sangue, tirando seu olho durante a luta, que só não foi maior do que aquela entre Daemon e Corbray. Neste ponto, o Príncipe Baelor Quebralanças atacou a retaguarda rebelde com reforços trazidos das Terras da Tempestade e de Dorne, quebrando as linhas inimigas, enquanto Maekar liderou o resto das forças reais para destruir o que sobrou do inimigo e pôs um fim na batalha. Aegor Rivers, contudo, portando a espada Blackfyre, conseguiu fugir com parte do seu exército e foi, junto com o que sobrou da família de Daemon, para Essos, de onde continuariam a conspirar contra o Trono de Ferro Targaryen.

Consequências

Dez mil homens morreram naquele que ficaria conhecido como o Campo do Capim Vermelho, presumivelmente por todo o sangue derramado. Daemon Blackfyre e seus dois filhos gêmeos mais velhos, Aegon e Aemon, morreram na batalha, efetivamente acabando com a rebelião e confirmado o reinado de Daeron II Targaryen sobre os Sete Reinos. Represálias contra os apoiadores dos rebeldes se seguiram, com muitos nobres sendo executados ou perdendo terras. Açoamargo, entretanto, fugiu para as Cidades Livres com vários outros (incluindo 5 filhos de Daemon), e muitos outros Blackfyre continuariam a perturbar a dinastia Targaryen, até que o último deles, Maelys o Monstruoso fosse morto nos Degraus, durante a Guerra dos Reis de Nove Moedas.

Sugere-se que a batalha poderia ter tido outro resultado se Daemon não tivesse sido detido pelo Sor Gwayne; Daemon poderia ter quebrado o flanco esquerdo de Maekar antes da chegada de Corvo de Sangue e de Baelor. Então, com a Mão morta e a estrada até Porto Real livre, os Blackfyre teriam pequena resistência.

Ainda entre os mortos encontravam-se o primeiro marido da Senhora Rohanne Webber, escudeiro do Lorde Wyman Webber; Roger de Centarbor, filho e escudeiro do Sor Arlan de Centarbor; e Lorde Hayford, morto pelo Lorde Gormon Peake.

Referências e notas

  1. Sor Eustace Osgrey afirma que seus filhos morreram na batalha onze anos antes dos acontecimentos de The Sworn Sword, que se passa em 209 DD.



Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Battle of the Redgrass Field. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.