Aegon II Targaryen

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Targaryen.png
Aegon II
Targaryen.png
Aegon II Targaryen Amoka.jpg
Aegon II Targaryen, por Amoka ©
Informações biográficas
Reinado 129 d.C. a 131 d.C.
Nome completo Aegon II Targaryen, o Segundo de Seu Nome
Apelido(s) Aegon, o Usurpador
Outros títulos Rei dos Sete Reinos
Morte 131 d.C.
Família
Casa Real Casa Targaryen
Predecessor Viserys I
Sucessor Aegon III
Rainha Helaena Targaryen
Pai Viserys I
Mãe Alicent Hightower

Aegon II Targaryen.png
Para os artigos que compartilham o mesmo título, por favor veja esta página de desambiguação. Disambig.png

Aegon II Targaryen foi o sexto Targaryen a sentar no Trono de Ferro, sucedendo seu pai, Viserys I. Sua ascensão foi disputada com sua meia-irmã mais velha, Rhaenyra Targaryen, e ambos pereceram na guerra que travaram, a Dança dos Dragões.

Tabela de conteúdo

Aparência e personalidade

Aegon II se assemelhava ao pai em aparência, apesar de não em personalidade. Tinha um bigode fino e semblante carrancudo. Era preguiçoso, aborrecido e glutão, além de muito promíscuo, tendo sido pai de vários bastardos.

Ele usava a coroa de Aegon, o Conquistador, e portava sua espada, a Blackfyre. Como domava o dragão Sunfyre, o Dourado, Aegon adotou um dragão dourado como seu símbolo pessoal. Durante a Dança dos Dragões, seus apoiadores usavam esse emblema.

Dança dos Dragões

O pai de Aegon, Viserys I, morreu em 129 d.C.. Viserys havia deixado claro que seu desejo era que a meia-irmã mais velha de Aegon, Rhaenyra, herdasse o Trono de Ferro. No entanto, Criston Cole, Senhor Comandante da Guarda Real e depois conhecido como o Fazedor de Reis, desafiou a vontade de Viserys I e coroou Aegon II como rei. Rhaenyra se recusou a aceitar que usurpassem seu direito e entrou em guerra com o irmão. O reino se dividiu em duas facções, os Verdes (lado de Aegon e da Rainha Alicent) e os Negros (partidários de Rhaenyra), que entraram em confronto na primeira guerra civil da Dinastia Targaryen, a chamada Dança dos Dragões.

Por razões desconhecidas, Aegon II deu o Grande Meistre Gerardys para que seu dragão devorasse.

Aegon e seu dragão foram feridos na Batalha de Pouso de Gralhas, onde ele sofreu queimaduras e fraturas. Sua armadura derreteu em seu braço direito, e ele levou um ano para se recuperar, mas passou o resto da vida encurvado e retorcido. Quando sua meia-irmã Rhaenyra tomou Porto Real e o Trono de Ferro em 130 d.C., Larys Strong ajudou o rei a fugir, enviando-o à Pedra do Dragão disfarçado de plebeu. Ali, Aegon foi hábil e seduziu diversos Negros para o seu lado, tomando o controle da ilha. Durante esse ato, ele teve de lutar com Baela Targaryen, ambos montados em dragões. Apesar de vencê-la, Aegon quebrou as duas pernas e seu dragão, Sunfyre, ficou tão ferido que nunca mais voou de novo. O próprio Aegon teve de conviver com muita dor durante o resto da vida, traumatizado com o leite de papoula após a experiência que tivera durante sua última recuperação.

Para sua sorte, Rhaenyra teve de fugir de Porto Real após o Assalto ao Poço dos Dragões, e se dirigiu ao lugar onde pensava que estaria segura: Pedra do Dragão. Ali, sem saber que seu maior inimigo a esperava, ela foi capturada, julgada como traidora e devorada pelo moribundo Sunfyre na presença do filho, Aegon III.

Com os exércitos no continente esgotados, Aegon II se voltou para o único Verde que mantinha forças intactas, Lorde Borros Baratheon, prometendo se casar com uma das filhas do lorde em troca de seu apoio efetivo. Isso foi suficiente para Baratheon se mover, reconquistando Porto Real das mãos dos plebeus amotinados e falsos reis que a mantinham. Incapaz de andar, Aegon foi levado para dentro da Fortaleza Vermelha numa liteira.

O rei agora tinha em seu poder dois reféns valiosos, o sobrinho Aegon e a prima Baela. Contudo, os Negros continuaram lutando contra ele por amor a Rhaenyra ou por medo de represálias. Além disso, Aegon II ficara numa posição desconfortável ao ter como herdeira apenas a filha Jaehaera, o que fazia com que o sobrinho Aegon fosse seu herdeiro, já que toda a sua alegação para tomar o trono de Rhaenyra havia sido ser o filho homem mais próximo da linhagem.

Os jovens senhores do rio conhecidos como Rapazes avançaram contra Porto Real e venceram Lorde Borros Baratheon na Batalha da Estrada do Rei. Agora eles estavam a apenas alguns dias da capital e prestes a receber o apoio de milhares de nortenhos que desciam o Gargalo. Pressionado por seu próprio pequeno conselho a se render, Aegon II planejou cortar a orelha do sobrinho e enviá-la aos inimigos como um aviso do que aconteceria se eles avançassem mais.

Aegon proferiu seu desejo e recolheu-se para seus aposentos, sendo transportado numa liteira. Ele recebeu uma taça de vinho no meio do caminho. Quando chegaram ao seu destino, os servos abriram as cortinas e encontraram o rei morto com sangue nos lábios, envenenado por seu próprio pequeno conselho. Com isso acabava a Dança dos Dragões.

Família

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Jaehaerys I}
 
{Alysanne}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
?
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Aemma
Arryn}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Viserys I}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Alicent
Hightower}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filhos
natimortos
 
{Baelon}
 
{Rhaenyra}
 
{Aegon II}
 
{Helaena}
 
{Aemond}
 
{Daeron}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Daenaera
Velaryon}
 
{Aegon III}
 
{Jaehaera} (filha
de Aegon II)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Viserys II}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Daeron I}
 
{Rhaena}
 
{Elaena}
 
{Baelor I}
 
{Daena}
 
{Aegon IV}
 
{Naerys}
 
{Aemon}
 
 
 

Referências


Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Aegon II Targaryen. A lista de autores pode ser vista em histórico da página.

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas