Aegon I Targaryen

De Game Of Thrones BR wiki
(Redirecionado de Aegon, o Conquistador)
Ir para: navegação, pesquisa
Targaryen.png
Aegon I
Targaryen.png
Aegon I Targaryen Amoka.jpg
Aegon I Targaryen, por Amoka ©
Informações biográficas
Reinado 1 d.C. a 37 d.C.
Nome completo Aegon Targaryen, o Primeiro de Seu Nome
Apelido(s) Aegon, o Conquistador
Aegon, o Dragão
Aegon, o Senhor dos Dragões
Outros títulos Senhor dos Sete Reinos
Rei dos Ândalos, dos Roinares e dos Primeiros Homens
Nascimento 27 a.C. [1], em Pedra do Dragão.
Morte 37 d.C., em Pedra do Dragão.
Família
Casa Real Casa Targaryen
Predecessor Nenhum
Sucessor Aenys I
Rainha Visenya Targaryen
Rhaenys Targaryen
Filhos Aenys
Maegor
Pai Aerion Targaryen
Mãe Valaena Velaryon

Casa Targaryen de Porto Real.png
Mencionado
Mencionado
Mencionado
Mencionado
Mencionado
Mencionado
Mencionado
Mencionado
Para os artigos que compartilham o mesmo título, por favor veja esta página de desambiguação. Disambig.png


Aegon Targaryen, o Primeiro de Seu Nome, também conhecido como Aegon, o Conquistador ou Aegon, o Dragão, conquistou seis dos Sete Reinos e fundou a soberana dinastia Targaryen de Westeros, sendo o primeiro Rei no Trono de Ferro.

Tabela de conteúdo

Aparência e personalidade

Aegon era claramente ambicioso. Ele era descrito como alto, de ombros largos, e poderoso em aparência com seus olhos roxos e um curto cabelo prateado e dourado. Ele era muito carismático e autoritário. Durante a Conquista ele usava normalmente uma camisa com escamas negras para a batalha e usava sua espada de aço valiriano chamada Blackfyre. [2]

Aegon era visto como um enigma. Ele era uma pessoa solitária, e seu único amigo era Orys. Ele era um excelente guerreiro que tinha uma espada chamada Blackfyre mas voava em seu dragão somente para batalha ou viagem, e nunca entrou em torneios. Ele permaneceu fiel a suas irmãs e deixou o governo em suas mãos, e tomou comando apenas quando necessário. Enquanto ele foi duro com aqueles que o desafiaram, ele era generoso com aqueles que dobraram os joelhos. [3]

Aegon com seu dragão Balerion.

Biografia

Início de Vida

Ver Também: Perdição de Valíria

Aegon era da ilha de Pedra do Dragão, o posto avançado mais ocidental do Império Valiriano, onde sua família se fixou um século antes da Perdição de Valíria. De acordo com a tradição Targaryen, Aegon casou com alguém de entrado da família; no entanto, ao invés de uma irmã, ele casou com as suas duas irmãs: sua irmã mais velha, Visenya, e sua irmã mais nova, Rhaenys.

De acordo com fontes extra-oficiais, quando Aegon era bem jovem, Volantis questionou se Aegon e seus dragões iriam se juntar a eles numa grande aliança no leste contra as outras Cidades Livres, remanescentes do Império Valiriano. Aparentemente ele rejeitou a oferta. [4] Quando Volantis invadiu Tyrosh, Aegon montou seu dragão, Balerion, o Terror Negro, se uniu ao Rei da Tempestade e a Pentos a favor de Tyrosh. Depois da derrota de Volantis, Aegon retornou a Pedra do Dragão.

A Conquista

Ver Também: Guerra da Conquista

Eventualmente, Aegon decidiu ir ao oeste para Westeros, e por anos ele planejou a conquista dos Sete Reinos. Ele fez uma mesa enorme com um mapa de Westeros pintado sem fronteiras, significando que deveria ser um único reino em vez de muitos. Esse mapa depois ficou conhecido como A Mesa Pintada. Seu plano era ambicioso, mas poderia ter sucesso.

Quando ficou pronto, ele e suas duas irmãs-esposas Rhaenys e Visenya, chegaram com seu exército na costa leste de Westeros na embocadura do Água Negra. Com a ajuda de seus três dragões (Vhagar, Meraxes, e Balerion), Aegon liderou o exército Targaryen em vitórias seguidas de vitórias, conquistando ou subjugando seis dos Sete Reinos do continente de Westeros e estabelecendo as Terras Fluviais como uma região separada. Porém, ele falhou em conquistar Dorne, e foi forçado a respeitar sua autonomia.

Durante a invasão, Aegon se converteu à Fé dos Sete, ganhando seu apoio, e estabeleceu como data inicial do seu reino o dia em que o Alto Septão o ungiu em Vilavelha.

Fim da Vida

Após a guerra, Aegon fundou a cidade de Porto Real e a Fortaleza Vermelha no ponto em que chegou em Westeros pela primeira vez na baía do Água Negra. Ele pegou as espadas de seus inimigos derrotados e as fundiu no Trono de Ferro. Ele passou o resto do seu reinado consolidando seu poder e construindo a capital em Porto Real. Ele também formou os guarda costas reais de elite conhecidos como Guarda Real, mas fundou depois de Visenya Targaryen ter feito um teste com o irmão onde tentou atacá-lo e assim provando que sua guarda anterior era ínutil.

Aegon também criou o cargo de Mão do Rei e fez de Orys Baratheon sua Mão.[5]

Ele tentou governar tanto para os nobres quanto para os plebeus. Foi patrono das artes e trabalhou para unificar o reino e torna-lo próspero, usando de força e diplomacia para tal.

Ele morreu trinta e sete anos depois de se estabelecer em Westeros. Não há informação concreta das circunstâncias de sua morte mas alguns dizem que foi um derrame e não há clara informação se ele indicou alguma de suas irmãs ou um sucessor. Após sua morte, a Fé dos Sete se levantou em rebelião contra a Casa Targaryen no que ficou conhecido como a Revolta da Fé Militante. [6]


Pequeno Conselho no reinado de Aegon I:

Durante o reinado do Rei Aegon seu pequeno conselho teve os seguintes membros conhecidos:

Mão do Rei - Senhor Orys Baratheon

Mão do Rei - Senhor Edmyn Tully

Mão do Rei - Ser Osmund Strong

Mestre das Leis - Senhor Triston Massey

Mestre da Moeda - Senhor Crispian Celtigar

Mestre dos Navios - Senhor Daemon Velaryon

Senhor Comandante da Guarda Real - Ser Corlys Velaryon

Senhor Comandante da Guarda Real - Ser Addison Hill

Família

 
 
 
 
 
 
{Valaena Velaryon}
 
 
 
 
 
{Aerion}
 
 
 
 
 
Desconhecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Visenya}
 
 
 
{Aegon I}
 
 
 
{Rhaenys}
 
{Orys
Baratheon}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Jeyne Westerling}
 
{Maegor I}
 
 
 
{Aenys I}
 
 
 
 
Casa
Baratheon
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Jaehaerys I}
 
{Alysanne}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Vários
descendentes
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
{Viserys I}
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Referências

  1. Leitura de World of Ice and Fire. Notas da leitura de George R.R. Martin's no Bubonicon 44, em Albuquerque, por Trebla.
  2. So Spake Martin: Targaryen Kings, (1º de Novembro, 2005).
  3. Leitura de World of Ice and Fire. Notas da leitura de George R.R. Martin's no Bubonicon 44, em Albuquerque, por Trebla.
  4. So Spake Martin: LA Con IV, (Anaheim, CA; Agosto 23-27) report.
  5. Bubonicon Report, 25 de agosto de 2012 So Spake Martin
  6. O Festim dos Corvos, Capítulo 28, Cersei.


Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Aegon I Targaryen. A lista de autores pode ser vista em histórico da página.

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas