Addam Marbrand

De Game Of Thrones BR wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Marbrand.png
Addam Marbrand
Patrulha da Cidade de Porto Real.png
Addam Marbrand Тхе Мичо.jpg
Addam Marbrand, por Тхе_Мичо ©
Título Sor
Comandante da Patrulha da Cidade de Porto Real
Lealdade Marbrand
Aparece
Aparece
Aparece
Aparece
Outros

GoT Logo.jpg
Interpretado(a) por B.J. Hogg
Aparições 1º Temporada | 5º Temporada
Addam_Marbrand na série da HBO

Sor Addam Marbrand é o filho e herdeiro do Senhor Damon Marbrand de Cinzamarca. Addam é um excelente cavaleiro e espadachim. Durante sua juventude, ele foi escudeiro no Rochedo Casterly e amigo de infância de Jaime Lannister. [1][2] Ele é alto, com um cabelo escuro na altura dos ombros. [3]

Eventos recentes

Info Aviso: Esta seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A Guerra dos Tronos

A Casa Marbrand é uma das principais casas nobres juramentadas à Casa Lannister, e Sor Addam é um dos principais cavaleiros a serviço de Lorde Tywin Lannister. [4] Quando Tyrion Lannister é feito cativo por Catelyn Stark, Lorde Tywin e seus vassalos atacam as Terras Fluviais. Sor Addam se junta ao seu senhor na luta como comandante da cavalaria de Lorde Tywin. Os batedores de Sor Addam invadiram as áreas ao redor das Gêmeas e lutaram contra os soldados da Casa Frey nas primeiras semanas da Guerra dos Cinco Reis. [5]

O filho de Catelyn, Robb Stark convocou os vassalos da Casa Stark e marchou com um exército para o sul. Os batedores de Sor Addam notaram a chegada do exército Stark e avisaram Tywin. [6] Twyin ordenou Addam que se retirasse enquanto assediava os flancos da força adversária enquanto marchava para o exército Lannister ao norte para atacá-los. [6] Os batedores de Sor Addam lutaram com as sentinelas Stark sob o comando de Sor Brynden Tully ao longo do Ramo Verde no Tridente. Sor Addam recuou suas forças como ordenado. O sucesso de Sor Brynden nas lutas permitiu que a força Stark se dividisse impercebida. [5] Sor Addam avisa que a força Stark para o Sul das Gêmeas aos recrutas Frey. [3]

Sor Addam se uniu as forças de Tywin como planejado e recebeu o comando do flanco direito na Batalha do Ramo Verde. Sua força reunia quatro mil homens montados, e três quartos dos cavaleiros de Tywin, entre eles Sor Flement Brax, homens de Paço de Codorniz e de Campodemilho. [3] A batalha foi um sucesso para as forças Lannister, e Sor Addam reporta a captura de Lorde Cerwyn, Sor Wilys Manderly, Harrion Karstark, quatro Frey, e a morte do Lorde Halys Hornwood. Twyin pergunta sobre o própio Robb e Sor Addam informa que, segundo os cativos, Robb cruzou as Gêmeas com a maioria de sua cavalaria para retomar Correrrio. [3]

Tywin reuniu um conselho com seus comandantes após o anunciamento das derrotas no Bosque dos Murmúrios e nos Acampamentos. Sor Addam pune Sor Harys Swyft por falar o óbvio e condena a sugestão de Lorde Leo Lefford que sugeriu que eles formassem uma trégua e trocassem os prisoneiros. Sor Addam diz que o fato de os Stark terem ganhado duas batalhas não significa que eles ganharam a guerra e que eles devem continuar lutando. Ele demonstra seu desejo de "provar sua própia espada" contra Robb Stark. Sor Addam aconselha a não buscar uma trégua e aconselha a marcharem contra a tropa Stark. [7]

Tywin dispensou seus senhores vassalos para receber conselhos de sua família. Ele mandou sua tropa para Harrenhal, despachando os batedores de Sor Addam na frente para ocupar seus movimentos. Quando Tywin fez de Tyrion a Mão do Rei substituta, Sor Addam foi uma das alternativas que Tyrion sugerira. [7]


A Fúria dos Reis

Sor Addam continua parte das forças de Tywin Lannister como comandante dos batedores durante sua ocupação em Harrenhal. Ele foi o primeiro a partir quando as forças de Tywin deixaram o castelo, um dia à frente de seu lorde suserano. Ele montava um corcel vermelho e arreios cor de bronze para combinar com sua capa. Ele era popular entre as mulheres do castelo. Ele foi descrito como um grande cavaleiro e um ótimo espadachim e o mais ousado comandante de Lorde Tywin. [8] Ele cavalgou ao leste para se juntar ao Lorde Twyin para retomar Correrrio mas foi empurrado de volta três vezes na Batalha dos Vaus. [9] Com a passagem impedida, Tywin levou suas forças ao Sul para Porto Real quando ele foi avisado do eminente ataque de Stannis Baratheon. Sor Addam foi notável defendendo a cidade na Batalha da Água Negra e foi reconhecido pelo Rei Joffrey Baratheon. [10]

A Tormenta de Espadas

Depois da Batalha da Água Negra, ele foi temporariamente feito comandante da Patrulha da Cidade de Porto Real por Lorde Tywin. Tyrion considera ele uma esperta escolha, apesar de ele ser leigo, porque ele é um líder natural. Ele discute a dificuldade de sua posição com Tyrion após se encontrar com Tywin. A Patrulha conta com 4.400 homens após a batalha e ele está preocupado em pagar todos, mas ele não está permitido a demitir ninguém por ordens da Rainha Regente Cersei Lannister. Tywin está zangado com Sor Addam pelo fato de ele não ter sido capaz de encontrar o perdido escudeiro Tyrek Lannister, desaparecido após o Tumulto em Porto Real. Tyrion diz para Sor Addam que ele também foi incapaz de encontrá-lo mas ele insiste na busca, temendo a fúria de Tywin. Ele não fica impressionado com a afirmação de Bronn dizendo que o garoto está morto. [11] Ele descobre cristais da coroa do Alto Septão, que foi morto durante a confusão. Quando desertores da Batalha da Água Negra retornam a Patrulha, Sor Addam pede conselho a Tywin. Ele é ordenado a quebrar seus joelhos para que não fujam de novo e deixá-los como de mendigos para que sirva de exemplo para os outros. [12]

Ele esteve no casamento de Sansa Stark e Tyrion Lannister. [13] Ele fez parte do grupo que acompanhou Tyrion que iria encontrar o grupo vindo de Dorne para adicionar um peso político ao grupo Lannister. [14] Ele deu ao Rei Joffrey Baratheon um par de esporas de prata em seu casamento com Margaery Tyrell. Ele avisa Joffrey para ser cuidadoso com sua nova espada de Aço Valiriano, Lamento da Viúva. Depois ele providencia uma guarda para o casal durante uma pública aparição no Grande Septo de Baelor. Ele planejava fazer um discurso no pequeno almoço de casamento porém Joffrey morre asfixiado antes que ele consiga fazê-lo. [13] Os homens de Sor Addam levam Tyrion, seu escudeiro e as camareiras de Sansa em custódia por suspeita no envenenamento de Joffrey. Ele foi designado para encontrar Sansa Stark quando ela desaparece após o banquete. Sor Addam foi responsável por guardar Tyrion enquanto ele foi levado para seu julgamento. Ele diz a Tyrion que Tywin não trouxe a Guarda Real porque a maioria deles iria testemunhar contra ele e ele não achou isso apropiado. [15] Ele acompanha Tyrion de novo no seu último dia de julgamento quando ele pede um julgamento por combate. [16]

Quando Jaime Lannister retorna a Porto Real, ele pede a Sor Addam para ajudá-lo a praticar a luta de espadas com sua mão esquerda (sua direita havia sido cortada por Vargo Hoat). Ele seleciona Sor Addam pela história deles e ele espera confiar nele para não contar a ninguém de sua fraqueza com a espada. Ele derrota Jaime facilmente, desarmando ele três vezes e deixando-o golpeado e ferido. [1]

O Festim dos Corvos

Sor Addam e a Patrulha da Cidade ficaram de guarda no funeral de Tywin Lannister após sua morte pelas mãos de seu filho Tyrion Lannister. Cersei vira Senhora de Rochedo Casterly e comanda agora Sor Addam. Sor Addam e Jaime colaboram tentando descobrir como Tyrion descapou e acham uma ligação com o carcereiro que havia sumido. [17] Jaime comanda Sor Addam para vasculhar bordéis na Rua de Seda mas Sor Addam foi incapaz de achá-lo. [18] Cersei teme que Tommen também seja invenenado e Jaime manda Sor Addam organizar a guarda e a prova de sua comida. [19]

Quando Sor Kevan Lannister planeja deixar a cidade para caçar fora da lei nas Terras Fluviais, Jaime sugere que ele envie Sor Addam em seu lugar e continue como Mão do Rei. Ele explica que Sor Addam e outros cavaleiros poderiam lidar com os fora-da-lei mas nenhum seria uma boa Mão do Rei. [20] Sor Addam diz a Jaime que os conselheiros de Cersei estão sendo chamados de "menor conselho" pelas pessoas de Baixada das Pulgas. [2]

Sor Jaime é ordenado a ir a Harrenhal recuperar os prisoneiros mantidos lá e ir a Correrrio para acabar com o cerco lá a mando da Rainha Regente. Ele insiste que Sor Ilyn Payne e Sor Addam o acompanhem nessa missão. Sor Addam fica feliz ao deixar suas responsabilidades como Comandante da Patrulha da Cidade de Porto Real. [2]

Sor Addam comanda os batedores como ele fazia com Tywin. Quando eles acampam perto do castelo da Casa Hayford, Jaime é convidado para jantar junto com Sor Addam e mais outros doze para acompanhá-lo. Sor Addam conta de sua incapacidade de achar Tyrek Lannister, o lorde de Hayford por casamento com a infanta Senhora Emersande. Ele diz ao castelão que o garoto foi visto a cavalo mas apenas seu cavalo foi visto após o tumulto. Ele está perturbado com a sua incapacidade de pelo menos encontrar o corpo já que o tumulto deixou outros corpos aonde eles caíram e nenhum pedido de resgate foi feito. Jaime sugere que os tumultuadores perceberam quem eles tinham esfaqueado e esconderam o corpo temendo a vingança de Tywin. [2]

Jaime substitui Sor Addam com Sor Ilyn como parceiro de treinamento, preferindo o cavaleiro sem língua. Ele acredita que Sor Addam sabe que ele está praticando com Sor Ilyn mas espera que nenhum outro de seus oficias saiba de sua inaptidão como um espadachim. [2]

Os batedores têm problemas com lobos e um dos cavalos de um dos homens de Sor Addam fugiu foi e morto pela alcateia. Quando chegaram em Harrenhal, os batedores de Sor Addam reportaram que os portões estavam barrados. A tropa entra cautelosamente e encontra o resto da força dos homens de Sor Gregor Clegane lá dentro. Eles mostravam prisoneiros maltratados (inclusive Sor Wylis Manderly) porém que permanecia vivos. Jaime manda os prisoneiros para Lagoa da Donzela para serem transportados para Porto Branco. [2]

A tropa deixa Harrenhal para o Castelo Darry, agora sobre o controle de Sor Lancel Lannister. Os batedores de Sor Addam reportam que as terras ao redor de Darry estão sendo usadas para plantação de novo. Em Darry, Sor Danwell Frey diz que lobos tem atacado seu comboio de provisões no seu caminho pelo sul das Gêmeas e Sor Addam expressa sua compaixão. Sor Addam encanta uma mulher sentada perto dele durante o banquete. Quando o assunto vira a morte de Merrett Frey pelas mãos dos fora-da-lei, Sor Addam informa que há rumores que Lorde Beric Dondarrion comanda um grupo de fora da lei e não pode ser morto. [21]

De Darry, a tropa parte para Correrrio. Os homens de Sor Addam notam homens-de-arma Lannister enforcados em árvores nas terras próximas de Correrrio. Durante sua chega Sor Daven Lannister avisa que vários homens seus estão sumindo. Jaime pede para que Sor Addam vasculhe o perímetro enquanto eles armam o acampamento fora de Correrrio. [22]

Durante a negociação de Jaime com Sor Brynden Tully, Sor Brynden o insulta de aleijado e sugere que ele nomeie Sor Addam em seu lugar. A negociação foi um fracasso e e Sor Addam participou dos conselhos de guerra durante o cerco. Sor Addam sugere uma invasão a noite usando barcos a remo com remos abafados e âncoras para subir as muralhas para abrir os portões por dentro, se voluntariando para liderar a missão. Walder Rivers acredita que Sor Brynden não seja enganado por essas táticas. [23]

Após a fuga de Sor Brynden Tully de Correrrio, Sor Addam comandou a busca na direção sul do Ramo Vermelho do Tridente. [24]


Na série de TV

Na série de TV, Sor Addam foi interpretado por B.J Hogg e teve um papel minúsculo, aparecendo rapidamente durante o penúltimo episódio da primeira temporada, "Baelor".

Referências e Notas



Nota: Esta página utiliza conteúdo da A Wiki Of Ice And Fire. O conteúdo original está aqui em Addam Marbrand. A lista de autores pode ser vista em histórico da página.